Tino Marcos
Tino Marcos revelou que terá uma rotina mais amena após licença da Globo (Imagem: Reprodução / Globo)

A cobertura das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022, que terão início a partir do ano que vem, terá uma baixa e tanto. Após 30 anos acompanhando a Seleção Brasileira, Tino Marcos vai se afastar dos estádios em 2020. 

De acordo com o Notícias da TV, do UOL, o jornalista vai estar debruçado em um novo projeto, que, no momento, está sendo mantido sob sigilo. O profissional considerado um dos grandes nomes da cobertura do futebol nacional encontra-se em um período sabático, não remunerado, desde julho deste ano e deve retornar à Globo em janeiro. 

Nesta semana surgiu uma informação que dava conta de que o seu retorno à emissora seria por meio do regime de freelancer, para exercer trabalhos esporádicos, e não mais como empregado, o que ele nega veementemente.

Por ora, dou um tempo nas grandes coberturas. Sou o repórter que cobriu mais jogos da Seleção nos últimos 30 anos. Por enquanto, acompanharei mais de longe. E também não devo ir à Olimpíada“, revelou.

Fontes de dentro do canal dos Marinho afirmam que Tino estaria cansado de cobrir a Seleção. A rotina estaria sendo estressante por causa das viagens e eventos internacionais. Em conversa com a Globo, ele conseguiu negociar um expediente mais tranquilo.

Vou voltar normalmente. Gosto do trabalho, de onde trabalho e com quem eu trabalho. Nunca cogitei ser freelancer. Ano que vem tem Olimpíadas. Será a minha décima. E estarei bastante envolvido com a cobertura. É meu evento esportivo“, admitiu. 

Considerado um dos maiores companheiros de Tino, Marcos Uchôa se encontra em uma situação parecida. Também gozando um período sabático, ele retorna em janeiro, assim como o amigo, mas sua rotina será mantida. 

🔔Boletim RD1 | Notícias dos Famosos