Após polêmica, Patrícia Abravanel e Tiago Abravanel viram tema do Casos de Família

Patrícia Abravanel
Patrícia Abravanel vira “convidada” do Casos de Família, de Christina Rocha, após polêmica no Vem Pra Cá (Imagem: Reprodução – SBT / Montagem – RD1)

O Casos de Família, programa comandado por Christina Rocha, no SBT, virou alvo de deboche de internautas no Twitter por causa da declaração homofóbica de Patrícia Abravanel no Vem Pra Cá de terça-feira (1º), e a resposta de Tiago Abravanel, seu sobrinho, sobre o assunto.

Um usuário da rede social pegou uma foto de Patrícia e Tiago juntos, colocou os caracteres do Casos de Família e criou um tema para uma suposta edição do programa com tia e sobrinho: “Sou gay e não suporto mais minha tia homofóbica”.

“O SBT tem obrigação de fazer o programa Casos de Família com os dois”, ironizou uma internauta na rede social. “Fico com pena real do Tiago e como ele sempre tem que se posicionar quando alguém da família Abravanel faz merda”, afirmou outro.

“Por isso eu briguei e parei de falar com minha tia pastora. Faz zero falta”, transmitiu um terceiro. “Aliás, ninguém é obrigado a aturar uma tia LGBTfobica… Mande sua tia LGBTfobica para a casa do cara*** também”, lançou mais uma.

No Vem Pra Cá, Patrícia Abravanel deu declarações consideradas homofóbicas durante uma reportagem sobre Caio Castro e Rafa Kalimann, que foram atacados na web por causa de um vídeo de um pastor contra a união entre pessoas do mesmo sexo.

“A gente está aprendendo, a gente está se abrindo, mas eu acho que é um direito também das pessoas respeitarem. Por que não concordar em discordar?”, questionou. “A gente pode ter opiniões diferente, eu e [Gabriel] Cartolano, mas tudo bem. Tudo é muito enfatizado, tudo é muito polemizado”, reclamou.

Em resposta, Tiago fez um vídeo no Instagram e mandou um recado para a tia: “Preciso tentar falar para você, tia, o como eu me senti assistindo, tá? Eu penso que, em primeiro lugar, orientação sexual não é uma questão de opinião. É uma questão de respeito. Você não precisa ser como eu, mas precisa respeitar quem eu sou e ponto final”.

Confira:

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›