Após profissionais contraírem Covid-19, SBT Brasília é ancorado de São Paulo

Neila Medeiros
Neila Medeiros apresentou o SBT Brasília de casa junto com Simone de Queiroz diretamente de São Paulo (Imagem: Divulgação / SBT)

Um surto de covid-19 se alastra pela redação do SBT em Brasília. Especula-se que até 20 profissionais da emissora teriam sido afastados. Alguns jornalistas teriam contraído a doença, enquanto outros funcionários receberam licenças por segurança. 

A crise fez com que, na última sexta-feira (31), a jornalista Simone Queiroz ancorasse o SBT Brasília a partir de São Paulo. A profissional recebeu apoio de Neila Medeiros, âncora da primeira edição do jornal em Brasília, que, de sua casa, interagiu com a colega de São Paulo.

O SBT afirmou que Neila foi afastada por segurança, mas que não está doente. A parceria entre as duas pode voltar a se repetir, enquanto Felipe Malta, âncora de Brasília, permanecer afastado. O jornalista testou positivo para a doença em exames feitos na última quinta-feira (30). O SBT não confirmou o número de profissionais afastados. 

Surtos parecidos se disseminaram por outras redações em Brasília. Na Record, dois jornalistas foram atestados com a covid-19. Com isso, outros 15 profissionais que tiveram contato com eles também foram afastados, mas parte já retornou ao trabalho.

Na CNN Brasil, outros três foram afastados, sendo um apresentador, diagnosticado com a doença, uma comentarista e um repórter, que foi dispensado por precaução.

Em Rio Preto, interior paulista, a TV Tem, afiliada da Globo, foi fechada para quarentena na última quinta-feira após cinco funcionários contraírem a doença. A programação está sendo transmitida pelo sinal de Bauru, e os colaboradores continuam trabalhando remotamente de casa.