Atitude da Globo com Fausto Silva repete história de Gugu e SBT

Fausto Silva
Fausto Silva e Globo repetem a história de Gugu e SBT (Imagem: Reprodução – Globo – Record / Montagem – RD1)

A saída de Fausto Silva da Globo foi uma notícia que surpreendeu os telespectadores dos programas de fofocas, os leitores de sites de notícias e os usuários das redes sociais. O curioso é que algo semelhante pegou o país de surpresa há 12 anos, mas com protagonistas diferentes: Gugu Liberato e SBT.

Em 2009, o canal de Silvio Santos recebeu um ataque feroz da Record, que levou a Gugu um contrato irrecusável: um novo programa nas noites de domingo e um salário de R$ 3 milhões mensais.

O então apresentador do Domingo Legal aceitou a proposta, o que não surpreendeu Silvio Santos, afinal de contas, o projeto da Record era assustador. Ele também não lançou uma contraproposta por causa do alto valor proposto pela concorrente.

Silvio, no entanto, tomou uma atitude severa: sem aviso, promoveu mudanças radicais na programação dominical do SBT: o Programa Silvio Santos passou a ter duração de seis horas e colocou o Domingo Legal de Gugu mais cedo.

O anúncio foi feito na programação com bastante ironia: “Enquanto Gugu prepara a mudança, o programa Domingo Legal será comandado no domingo do meio-dia às 4 da tarde. E o Programa Silvio Santos das 4 da tarde até dez e meia da noite”.

A mudança, no entanto, durou apenas duas semanas. Em junho, Silvio colocou fim ao acordo com Gugu, que tinha prazo até março de 2010.

Em seu último Domingo Legal, Gugu não sabia de nada e disse que voltaria na semana seguinte, mas isso não aconteceu. “Hoje, não temos mais tempo, encerramos nosso Domingo Legal hoje, prometendo voltar no próximo domingo”, afirmou.

No último domingo (13), Tiago Leifert fez algo parecido: se despediu do público do Domingão e anunciou a volta de Fausto Silva para o domingo seguinte (20). Afastado por causa de uma infecção urinária, Faustão tinha retorno programado, mas a decisão da Globo acabou com os seus planos.

Voltando para 2009, Silvio tirou o escorpião do bolso e numa tacada só laçou nomes como o jornalista Roberto Cabrini, o autor de novelas Tiago Santiago e a apresentadora Eliana. Para o Domingo Legal, o SBT escalou Celso Portiolli, que está até hoje no comando do programa.

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›