Audiência da TV: Êta Mundo Bom surpreende com recordes em SP, RJ e no PNT

Êta Mundo Bom
Sergio Guizé (Candinho) e Marco Nanini (Pancrácio) em Êta Mundo Bom; novela faz Vale a Pena Ver de Novo bombar na audiência (Imagem: João Cotta / Globo)

Walcyr Carrasco é sinônimo de audiência, fato. Prova disso é o desempenho dos dois primeiros meses de Êta Mundo Bom (2016) em Vale a Pena Ver de Novo. Em São Paulo, a trama da Globo ostenta o melhor índice da faixa em 16 anos; no Rio de Janeiro e no Painel Nacional de Televisão (PNT), a novela do Candinho (Sergio Guizé) garante o maior número da sessão desde 2009.

Na Terra da Garoa, Êta Mundo Bom acumula 20 pontos até o momento, a maior audiência desde 2004, quando o ‘Vale a Pena’ resgatou Corpo Dourado (1998), de Antonio Calmon. Na Cidade Maravilhosa, 22 de média para o folhetim desenvolvido por Walcyr; já no PNT, 21 – os melhores índices desde Alma Gêmea (2005), do mesmo autor, reapresentada em 2009.

Os números de ‘Êta’ independem do isolamento social necessário por conta da pandemia de coronavírus, que levou boa parte do público para frente da TV – Malhação – Viva a Diferença (2017) e Novo Mundo (2017), exibidas às 17h45 e às 18h30, apresentam audiência inferior.

Cabe lembrar que Êta Mundo Bom está cotada para o Vale a Pena Ver de Novo desde outubro do ano passado, quando a Globo chegou a gravar chamadas da trama, anunciando a mesma para a vaga de Por Amor (1997). O público, porém, reagiu mal. Avenida Brasil (2012) assumiu o horário, mantendo a alta observada desde o primeiro semestre de 2019, com Cordel Encantado (2011).

Considerando os primeiros 45 capítulos dos quatro últimos títulos exibidos no ‘Vale a Pena’, Êta Mundo Bom assegura, na Grande São Paulo, 21,6 pontos – 22 por critérios de arredondamento. Cordel Encantado amealhou 15,2 de média, enquanto Por Amor atingiu 16,5 e Avenida Brasil alcançou 17.

CONTINUE LENDO →

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.