Audiência da TV: Inversão de Casos de Família e Triturando não tira SBT do limbo

Triturando
Ana Paula Renault em seu estreia no Triturando; vespertino do SBT mantém baixa audiência (Imagem: Reprodução / SBT)

Na última sexta-feira (15), sem aviso prévio, o SBT inverteu os horários do Casos de Família e do Triturando. A mudança, que não afetou a audiência, se deu num dia particularmente especial para o vespertino dedicado ao julgamento e “trituração” de políticos, músicas e famosos: o da estreia de Ana Paula Renault e Flor como debatedoras, nas vagas que pertenciam a Lívia Andrade e Mara Maravilha.

Exibido mais cedo, às 15h15, o Casos de Família marcou 4,2 pontos. Logo após a atração de Christina Rocha, o Triturando registrou 4,6 de média. Os índices, obtidos na Grande São Paulo, são praticamente os mesmos de quando o ‘Casos’ entrava na sequência do programa antes conhecido por Fofocalizando.

Antes, o Primeiro Impacto rendeu 3,6 pontos; os desenhos do Bom Dia & Cia garantiram 5,9 de média. Depois, 6 para a reapresentação de O Que a Vida me Roubou e apenas 4,8 da inédita Betty, a Feia em NY. O pífio desempenho da novela afetou o SBT Brasil, que consolidou somente 5,5.

Game-show apresentado por Rebeca Abravanel, Roda a Roda Jequiti elevou para 8,8 pontos. O programete Cupom Premiado do Baú emplacou o melhor número do dia, 9,4 de média. As Aventuras de Poliana derrubou para 8,1. Já a reprise de Cúmplices de um Resgate (2015) bateu 6,1.

A sexta no SBT trouxe ainda 6,3 para o Programa do Ratinho, 6,7 com Beethoven – A Corrida Para a Fama (2008) em Tela de Sucessos, 5,4 do módulo Em Casa do The Noite e 3,2 para a versão tradicional do talk-show de Danilo Gentili, 2,4 com Operação Mesquita, 2,2 de WWE Raw, 2,1 para o repeteco do Bolsa Família, 2 com o SBT Brasil em horário alternativo e 2,2 do clássico seriado Chaves.

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

WordPress Lightbox