Audiência da TV: Plantão Coronavírus derruba índices e faz Record passar vergonha

Plantão Coronavírus
Com Plantão Coronavírus, Record fica longe do SBT (Imagem: Reprodução / Record)

A Record perdeu público com a exibição do especial Plantão Coronavírus. A atração comandada por Eduardo Ribeiro foi a menor audiência registrada na faixa da noite, superando as reprises fracassadas de Apocalipse e Jesus.

De acordo com os dados consolidados pelo Ibope na Grande São Paulo, o jornalístico produzido com base nos desdobramentos do coronavírus no Brasil e no mundo registrou apenas 3,7 pontos de média.

Pela manhã, a Record atingiu médias abaixo do esperado com o Balanço Geral Manhã – Nacional (1,8), o Balanço Geral Manhã SP (3,1), o Fala Brasil (3,6) e o Hoje Em Dia (4,2).

Na faixa da tarde, a emissora paulista cresceu com o Balanço Geral SP (6,6) e bombou com A Hora da Venenosa (9,7), apresentado por Fabíola Reipert e Keila Jimenez. A reprise de A Escrava Isaura (7,5) foi bem, ao contrário de Os Mutantes (5,5).

No final da tarde, o canal decolou com o Cidade Alerta – Nacional (6,9) e Cidade Alerta SP (11,9), que foi o programa mais visto do dia. Logo depois, o Jornal da Record (8,8) manteve a boa média. A audiência caiu com Apocalipse (6,0), Jesus (4,1), Chicago Med (3,1), Boletim JR 24h (2,6) e a edição do Balanço Geral Manhã – Nacional (0,7), na madrugada desta sexta-feira (22).

CONTINUE LENDO →

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter e escreve semanalmente para a coluna Você Sabia?. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.