Band faz 53 anos e acaba com o Departamento de Esportes, uma de suas marcas

Band
Band, que já foi o canal do esporte, deu fim ao departamento (Imagem: Divulgação)

No dia em que completa 53 anos, a direção geral da Band promoveu a extinção de uma das áreas de maior referência da emissora nessas mais de cinco décadas.

A partir desta quarta-feira (13), o Departamento de Esportes deixa de funcionar como uma estrutura independente, passando para o guarda-chuva do Entretenimento, a cargo de Antônio Zimmerle. Não que isso faça sentido, mas é o que passa a valer desde já.

Com a mudança no organograma, José Emílio Ambrósio, que tocava o setor e foi responsável, entre outras coisas, pelo lançamento de Os Donos da Bola, deixa a emissora. Não se descarta que pessoas diretamente ligadas a eles tomem o mesmo caminho.

Sem direitos esportivos, principalmente campeonatos de futebol, um dos principais produtos de sua longa história, o Esporte da Band perdeu a razão de existir. E em época de ajustes e readequações, corta-se justamente o que sobra, ainda que isso cause surpresa. A nível de comparação, é como se a Globo abrisse mão de sua teledramaturgia.

Outro detalhe nessa história é a queda de braço que existiu pela viúva: com o fim do departamento, o Esporte, como um setor menor, passou a ser disputado pelo Jornalismo, de Fernando Mitre e Rodolpho Schneider, e o Entretenimento. Ponto para o Zimmerle.

Agora, com a medida tomada em pleno 53º aniversário, é de se esperar que a mesma seja revista em um futuro não tão distante. Band e Esporte se conjugam juntos. Era uma vez o canal do esporte…

CONTINUE LENDO →

João Paulo Dell Santo consome TV e a leva a sério desde que se entende por gente. Em 2009 transformou esse prazer em ofício e o exerceu em alguns sites. No RD1, já foi colunista, editor-chefe, diretor de redação e desde 2015 voltou a chefiar a equipe. Pode ser encontrado nas redes sociais através do @jpdellsanto ou pelo email [email protected].

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com