Band pede que funcionários coloquem crachá durante toque de recolher em SP

Band
Eduardo Oinegue à frente do Jornal da Band; Band pede para que funcionários usem crachá na volta para casa (Imagem: Reprodução / Band)

O descontrole da pandemia de Covid-19 no país, especialmente em São Paulo, provocou uma reação imediata da direção da Band visando a segurança dos seus funcionários. A emissora paulista pediu para que todos eles, que estão na rua entre 20h e 5h a caminho da empresa ou voltando para casa, usem o crachá.

Os horários citados são parte do toque de recolher anunciado pelo governador João Doria (PSDB-SP), por causa do agravamento do contágio do coronavírus na capital e no interior. A ideia é que, caso eles sejam abordados, tenham como justificativa o trabalho considerado essencial.

“Profissionais que exercem a atividade fim da companhia, atuando em áreas técnicas e operacionais, continuarão no formato presencial. Em decorrência da determinação do toque de recolher, das 20h às 5h, recomendamos o uso contínuo do crachá para que, caso necessário, seja utilizado para comprovação de vínculo com a Band”, informou o canal em comunicado interno. A informação é do Notícias da TV.

O texto ressaltou que o transporte público da cidade de São Paulo não deixou de funcionar no horário do toque de recolher. Desde o início da pandemia, a Band priorizou o trabalho remoto e protocolos de segurança em sua sede, mas nem por isso deixou de contabilizar infectados.

Em novembro do ano passado, profissionais da empresa afirmaram que estavam inseguros com os protocolos definidos pela chefia. Naquela época, nomes importantes do casting da Band foram diagnosticados com a doença: Milene Domingues e Mariana Godoy.

Em janeiro, um caso de Covid-19 dentro da emissora foi mencionado por Datena, ao vivo, no Brasil Urgente. O apresentador dispensou um funcionário após a mulher ter sido diagnosticada com o vírus.

“Se a mulher dele está com algum problema de saúde, o Vando pode levantar daí agora, com a minha autorização e com certeza com a do médico da Band e do Rodolfo Schneider [diretor de Jornalismo do Grupo Bandeirantes], que está aqui no operacional como diretor-executivo, e ir embora”, surpreendeu o veterano.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›