Band quebra o silêncio sobre xingamentos de apresentador a Ivete Sangalo

Ivete Sangalo
Luiz Almir disparou xingamentos contra Ivete Sangalo (Imagem: Reprodução – Band – Instagram / Montagem – RD1)

A afiliada da Band no Rio Grande do Norte resolveu se posicionar sobre o comentário feito pelo radialista Luiz Almir contra Ivete Sangalo. O apresentador causou nesta semana após soltar xingamentos em pleno programa de rádio.

A emissora disse que “repudia veementemente declarações feitas pelo radialista Luiz Almir contra a cantora Ivete Sangalo”. Ela “esclarece que as desrespeitosas declarações foram proferidas por ele em outra emissora na qual o profissional também presta serviços”.

“Informa ainda que, mesmo o radialista não tendo usado os microfones da Bandeirantes para tal desrespeito, o profissional foi formalmente advertido pela emissora“, seguiu a nota da Band-RN.

“O Grupo Bandeirantes nutre profunda admiração e respeito pela artista Ivete Sangalo, como profissional e como pessoa, sendo uma das mulheres mais reconhecidas pelo seu talento e personalidade. Destaca ainda que defende a liberdade de expressão e de opinião desde que esta não fira a honra da pessoa ou entidades/instituições ou espalhe notícias falsas”, completou.

Luiz Almir surpreendeu ao detonar Sangalo após a famosa incentivar que o público do seu show gritasse “Ei, Bolsonaro, vai tomar no c*”. No programa O Povo no Rádio, na 96 FM/Natal, chamou a baiana de “vagabunda”.

Apresentador da Band causa com discurso

O ex-vereador de Natal declarou que ela “estava em decadência” e que “envergonha o nome das mulheres”. “Se o hotel fosse meu, eu tinha botado ela pra fora”, afirmou o ex-político ao se referir ao vídeo.

“A vagabunda da Ivete ‘Sangala’ vem fazer um show pra ganhar dinheiro do povo besta do Rio Grande do Norte, em um hotel cinco estrelas cujo dono deve ser irresponsável também, pois se fosse no meu hotel eu tinha botado ela pra fora”, comentou ele.

O apresentador da Band ainda ressaltou: “E ela ficou cantando e gritando ‘manda Bolsonaro tomar no c*, não tô ouvindo não’… E o povo gritando, os esquerdistas doentes gritando”.

“Ela foi paga pra cantar. E não é porque é Bolsonaro não. Podia ser Lula, Antônio, Pedro, Manoel… Não importa quem fosse. Ninguém tem o direito de ir cantar, juntar o povo que paga pra ver o show de uma mulher que já está em decadência, velha, feia, frouxa, e a vagabunda fica mandando a maior autoridade do país tomar no c* em pleno microfone em um hotel cinco estrelas”, completou ele, revoltado.

Gostou do conteúdo? Siga @rd1oficial no Instagram e RD1.com.br no Facebook para acompanhar as últimas notícias dos famosos.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›