BBB 2019
Isabella foi acusada de racismo velado no BBB 2019 (Imagem: Reprodução / Globo)

Isabella parece ser o nome da polêmica do “BBB 2019”. Depois da confusão envolvendo um concurso de beleza sendo comprovado que a sister não é Miss Rio Grande do Norte 2016, agora a família defende a confinada de acusações de racismo. Isso porque Isabella se revoltou contra o ronco de Rodrigo e tentou resolver a questão de um jeito um tanto quanto estranho.

Ao invés de chegar para conversar com o colega de confinamento, Isabella fez uma espécie de assembleia para tentar solucionar o caso. Na situação, ela excluiu o próprio Rodrigo. Ainda por cima, sugeriu que houvesse um revezamento entre os participantes para não ter que conviver com o ronco do carioca.

Acompanhe tudo que acontece no BBB 2019 clicando aqui

A cena fez com que internautas levantassem as hashtags #ForaIsabella e #ForaIsabellaRacista, acusando a participante de racismo velado. A família da sister se pronunciou através do perfil oficial da participante no qual ela aparece com um homem negro. “Vamos conhecer melhor as pessoas antes de julgar?”, sugeriram.

“A intenção do vídeo não é justificar erro nenhum. Ele é para mostrar que Isabella não é uma menina preconceituosa. Ela pode ter sido infeliz nas colocações (sobre o ronco de Rodrigo), e a gente acha que foi, mas minha irmã tem bom coração. Tenho certeza que ela vai fazer algo para se redimir”, garantiu Pâmela Nelson, defendendo a irmã em entrevista ao Extra.

“Isabella não é racista, não é preconceituosa. Todos estavam falando do ronco na casa, mas ela se manifestou de maneira errada. Rodrigo não tem culpa disso, e Isabella sabe. Mas acho que essa situação pode prejudicar a permanência dela na casa. Espero que as coisas melhorem“, disse Pâmela.

BBB 2019: Rízia choca ao falar que já pensou em tirar a própria vida

A participante do “BBB 2019”, Rízia Cerqueira, fez uma declaração um tanto quanto chocante nesta quinta-feira (17), no confinamento do reality.

A jornalista, ao falar sobre o tema racismo, contou que já sofreu muita opressão por parte da sociedade. Devido a tanto sofrimento, a sister contou que já pensou até em se matar. “Pensei duas vezes em tirar minha vida. Eu pedia socorro, falava para minha mãe que eu não aguentava mais. Mas eu não queria demonstrar, queria ficar só”, declarou.

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!