Bolsonaro
Bolsonaro fala em reeleição após pergunta sobre prêmio para Chico Buarque (Imagem: Reprodução / Instagram)

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) mostrou que não pretende assinar o diploma que dá ao cantor Chico Buarque o Prêmio Camões, o principal troféu da língua portuguesa. Nesta terça-feira (8), questionado por jornalistas sobre assinar o certificado que será concedido ao compositor, o político provocou polêmica.

“É segredo. Chico Buarque?”, perguntou ele, na entrada do Palácio da Alvorada. “Eu tenho prazo? Até 31 de dezembro de 2026, eu assino”, avisou Bolsonaro, em alusão à reeleição. O atual mandato acaba em dezembro de 2022.

De acordo com as informações do jornal Folha de S. Paulo, o prêmio conquistado por Chico Buarque gira em torno de R$ 447,3 mil reais, dividido entre Brasil e Portugal.

A parcela da condecoração do Brasil foi depositada em junho. O diploma, no entanto, ainda não recebeu a assinatura do presidente brasileiro.

Ainda de acordo com a reportagem, o tema virou motivo de divisão dentro do governo. Alguns avaliam que a assinatura do diploma seria apenas protocolo, já que o dinheiro já foi depositado. Assim, Bolsonaro evitaria um mal-estar com o governo de Portugal.

Outros, mais ideológicos, acreditam que é mais uma chance de ele mostrar que não compactua com o uso de recursos públicos em ações como essa e com a visão dos governos anteriores.

Chico Buarque é crítico de Jair Bolsonaro e, nas eleições de 2018, fez campanha pela eleição do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT). No início de outubro, o famoso esteve na sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba para visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Filho de Bolsonaro cita Chaves e comete gafe ao falar sobre aborto

Filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o deputado federal por São Paulo, Eduardo Bolsonaro, promoveu uma gafe no Twitter, na manhã desta terça-feira (8), ao falar sobre o aborto. O político citou Steve Jobs, o personagem Chaves e o jogador Cristiano Ronaldo.

“O aborto não livra a mãe de um fardo, mas pode sim livrá-la da oportunidade de ter uma família incrível”, escreveu o político em sua rede social. Em seguida, uma imagem com os nomes dos três e cada um com uma história sobre o aborto.

Ele disse que o personagem vivido por Roberto Gómez Bolaños (1929-2014) quase foi abortado pela mãe por recomendação médica. Lembrando que, na história do seriado mexicano, o órfão chega na famosa vila sem os pais e sem nenhum informação sobre o paradeiro deles.

O público apontou outro erro na manifestação do filho do presidente Bolsonaro. O possível embaixador do país em Washington errou o nome do jogador português e trocou Ronaldo por “Robaldo”.

Graças ao erro, o termo “Cristiano Robaldo” se tornou o segundo assunto mais comentado do momento na rede social.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos