Bruno, da dupla com Marrone, rompe o silêncio sobre a morte do pai

Bruno
Bruno falou sobre a morte do pai (Imagem: Reprodução / YouTube)

O cantor Bruno, da dupla com Marrone, quebrou o silêncio sobre a morte do pai, Deusdedites Felix de Miranda. Em seu Instagram, na noite desta terça-feira (10), o famoso relembrou um vídeo ao lado do pai, que estava acamado desde que sofreu um AVC há cerca de 10 anos.

O artista lamentou a situação: “Imagine que você está à beira-mar e vê um navio partindo. Você fica olhando, enquanto ele vai se afastando, cada vez mais longe, até que finalmente aparece apenas um ponto no horizonte. Lá o mar e o céu se encontram. E você diz: ‘Pronto, ele se foi’. ‘Foi aonde?. Foi a um lugar que a sua visão não alcança, só isso”.

“Ele continua tão grande, tão bonito e tão imponente como era quando estava perto de você. A dimensão diminuída está em você, não nele. E naquele momento em que você está dizendo: ‘Ele se foi’, há outros olhos vendo-o aproximar-se e outras vozes exclamando com alegria: ‘Ele está chegando’. Que o senhor receba em seu braços! Meu Herói. Deusdedites Felix de Miranda…”, completou.

Veja Também

O pai de Bruno faleceu aos 88 anos de idade na casa onde vivia em Goiânia. A causa da morte foi senilidade e hipertensão arterial.

Nos comentários, famosos mandaram mensagens para o sertanejo. “Sinto muito, amigo”, escreveu Eliana. “Meus sentimentos!”, comentou o senador Flávio Bolsonaro. “Meus sentimentos a toda família”, afirmou Poliana, esposa de Leonardo.

Bruno é acusado de humilhar Marrone

Há alguns meses, o cantor voltou a causar polêmica com atitude com a sua dupla sertaneja, Marrone, durante a live Cerveja Cabaré, que foi feita com Leonardo. Nas redes sociais, muitos internautas estão acusando o cantor de humilhar a “segunda voz” da dupla.

Em mais uma ocasião, o famoso “encheu a cara” durante a transmissão. Em determinado momento da live, o cantor chegou a mandar a segunda voz cantar uma de suas músicas na primeira voz. Marrone, visivelmente desconfortável, preferiu não cantar.

“Faz a primeira, vai! O senhor não é o gostoso? Vai Coronel. Vai!”, disparou Bruno, enquanto seu amigo tocava violão. O sertanejo cantou um trecho do refrão enquanto Leonardo o abraçou e deu na bochecha de Marrone, que respondeu:

“É isso aí, agora na segunda eu sou professor, na primeira não, galera. Dependendo da música eu vou na primeira, essa aqui não”.

Bruno disparou: “Segunda professor é o c*r*lh*, professor é o c*r*lh*… é quem te ensinou a cantar”. Marrone respondeu: “Exatamente, o finado Leandro, Chitãozinho, tem vários aí”.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email luizfabio@rd1.com.br
Veja mais ›