Caio Ribeiro volta atrás e muda o tom ao falar de caso Robinho na Globo

Caio Ribeiro
Após opinião polêmica, Caio Ribeiro criticou Robinho na Globo (Imagem: Reprodução/ Globo)

Caio Ribeiro decidiu mudar o discurso sobre o caso Robinho. No Globo Esporte SP, desta segunda-feira (19), o comentarista declarou que não havia visto a matéria do GE sobre os áudios envolvendo o craque quando soltou sua opinião a respeito do assunto, na última sexta-feira (16).

O atacante, cabe lembrar, teve contrato com o Santos suspenso depois da pressão de conselheiros e patrocinadores sobre a sentença da Justiça italiana que condenou Robinho e um amigo em primeira instância a nove anos de prisão por violência sexual de grupo contra uma jovem de origem albanesa.

“Acho que tinha de rescindir. Por toda repercussão e pelas informações que surgiram no fim de semana. Na sexta-feira eu até emiti uma opinião em relação a esse caso de estupro e eu não tinha visto a matéria do ge e nem a transcrição do processo“, afirmou Caio Ribeiro.

O global acrescentou: “Na hora que eu vejo, ainda mais eu que tenho uma filha menina, a forma como ele se dirige à vítima, a forma baixa como ele fala do estado da menina… Cara, me caiu mal. Me deu dor de estômago”.

“Aí eu acho que, analisando tudo o que surgiu de nova informação, ele perde o benefício da dúvida e acho que tem que pagar como qualquer outra pessoa, independentemente dele ser ídolo ou não. Um estupro é o tipo de violência mais grave que uma mulher pode sofrer, porque traz sequelas emocionais, além de físicas”, completou o comentarista esportivo.

Opinião bem polêmica

No fim da última semana, cabe lembrar, ele participou do Tá Na Área, no SporTV, e definiu o assunto como “super delicado” e disse torcer “pela absolvição” do atleta.

“O Robinho que eu conheço, que tem três filhos e é casado, eu nunca imaginei que faria. Torço para que as informações cheguem e ele não tenha feito o que parece ser a notícia”, desejou ele, que pediu para que os colegas tenham todas as informações antes de uma opinião concreta.

“Se ele for culpado, não é porque ele é um ídolo ou jogou muito… Tem que ser punido como qualquer pessoa porque estupro é uma coisa muito grave. Sou pai de uma menina e não imagino o que eu faria se alguém encostasse um dedo na minha filha. Mas acho que todo mundo merece o benefício da dúvida”, defendeu.

“A gente não tem todas as informações, então vamos esperar. Quem tem que julgar é a Justiça. Isso é a primeira coisa e a minha forma de analisar os fatos”, argumentou. Caio Ribeiro aproveitou e criticou a contratação feita pelo Santos.

“Não é bom para o Santos e não é bom para o Robinho. Você traz à tona um assunto extremamente polêmico, então acho que o Santos foi mal nessa e acho que tudo caminha para uma ruptura, uma rescisão”, avaliou.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com