Câmara pede prisão de Danilo Gentili após publicação contra deputados

Danilo Gentili
Danilo Gentili sugeriu surra em deputados e está sendo alvo da Câmara (Imagem: Divulgação / SBT)

Danilo Gentili está no meio de uma nova grande polêmica. A Câmara dos Deputados pediu ao STF (Supremo Tribunal Federal) a prisão do apresentador do SBT, que sugeriu que a população invadisse o parlamento e desse uma surra nos deputados.

A ação foi apresentada pelo deputado federal Luis Tibé (Avante-MG) e acabou sendo concordada pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que pediu que o comediante receba o mesmo tratamento dado a Daniel Silveira (PTB-RJ) – preso após incitar apoiadores a baterem em ministros do STF. A informação foi confirmada pelo jornal O Globo.

No fim de fevereiro, em uma publicação no Twitter, o humorista sugeriu que a população “entrasse” no Congresso “e socasse todo deputado” por causa da PEC de imunidade parlamentar.

Danilo Gentili criticou o Congresso em virtude da celeridade dada a tramitação da PEC da Imunidade, que tenta proteger parlamentares perante o Judiciário. A mensagem depois, porém, foi apagada.

“Eu só acreditaria que esse País tem jeito se a população entrasse agora na câmara e socasse todo deputado que está nesse momento discutindo PEC de imunidade parlamentar”, escreveu o titular do The Noite, na ocasião.

O deputado Tibé garantiu que a ação movida em relação a Gentili não é contra a pessoa dele, mas a favor dos “mesmíssimos princípios de defesa da Democracia e da Constituição Federal consagrados pela unanimidade do Plenário do Supremo Tribunal Federal, no caso do deputado Daniel Silveira”.

“Não podemos ter uma sociedade e uma Democracia com pesos e duas medidas. Se o Supremo Tribunal Federal, sabiamente, estabeleceu um limite para a livre manifestação do pensamento que é o respeito à integridade das instituições democráticas – princípio que a Câmara dos Deputados acolheu com margem de 364 votos – a Justiça brasileira não pode permitir que ninguém faça a incitação de ‘socar’ deputados”, declarou ele, em nota.

Sem mencionar a notificação da petição no STF, o contratado do SBT reagiu sobre ter sido alvo de reclamações “justas” de alguns parlamentares e se defendeu.

“Eu fiz um tuíte que foi alvo de justas críticas por alguns deputados. Quem me segue sabe que sempre defendi as instituições. Aliás, minha briga com bolsonaristas foi justamente pelo fato de eu ser contrário aos pedidos criminosos de fechamento do STF e do Congresso”, disparou.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›