Cancelamento de Malhação em 2021 faz Globo rever prioridades e investimentos

Malhação
Regiane Alves, do elenco de Malhação – Transformação, que foi cancelada pela Globo (Imagem: Reginaldo Teixeira / Globo)

A decisão de cancelar a próxima temporada de Malhação, subintitulada Transformação, fez a Globo economizar nos gastos, neste momento de reequilíbrio de contas. A ordem agora é rever as prioridades e readequar os seus investimentos.

De acordo com a jornalista Cristina Padiglione, do jornal Folha de São Paulo, a emissora tem revisto as suas “necessidades primárias”. As verbas estão sido mantidas apenas para as novelas das 19h e das 21h, jornalismo e conteúdo para o streaming, no Globoplay.

Mesmo com as produções suspensas devido à pandemia de Covid-19, as novelas das 18h, das 19h e das 21h seguem seus planos para voltarem ao ar assim que tiverem encerradas as gravações dos enredos que foram interrompidos. A emissora tampouco retomou a produção da próxima novela das seis, Nos Tempos do Imperador, que estrearia em março passado.

A revisão de gastos não é exclusividade da dramaturgia. O canal também está fazendo mudanças no esporte, revendo os direitos da Libertadores (agora no SBT), da Fórmula 1 e da Copa do Mundo. Sem contar com o novo modelo de contratos com as estrelas da casa, enxugando os acordos fixos e diminuindo o seu quadro de humoristas, com o fim de programas como o Fora de Hora e o Zorra.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.