Carlos Alberto de Nóbrega quebra o silêncio sobre internação e revela medo

Carlos Alberto de Nóbrega
Carlos Alberto de Nóbrega falou sobre a sua saúde (Imagem: Reprodução / YouTube)

Carlos Alberto de Nóbrega quebrou o silêncio, nesta terça-feira (26), sobre o seu estado de saúde. No Vem Pra Cá, do SBT, ao vivo, o apresentador contou sobre ter sofrido uma arritmia cardíaca.

O humorista precisou fazer um cateterismo, procedimento que examina o interior dos vasos sanguíneos e do coração através de um cateter. Após uma semana internado no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, ele passa bem, já teve alta e está em casa.

“Na segunda-feira [18], eu estava vendo futebol. Depois tem o programa esportivo… Era mais ou menos meia-noite ou uma hora e a Renata já estava dormindo. Ela se levantou e falei: ‘Onde você vai?’. ‘Vou tomar uma água’. Falei: ‘Deixa que eu vou buscar’. Ela já estava dormindo. Eu desci e, quando estava descendo a escada, senti uma tontura. Tontura é o que tenho já há algum tempo, mas era uma tontura diferente. Eu peguei a água e fui subindo ruim. Eu me deitei e não falei nada para ela”, contou o famoso.

O contratado do SBT ainda explicou: “Não sei o que me deu na cabeça. Sabe aquele aparelhinho que bota no dedo para ver oxigenação? Quando eu botei [o oxímetro], eu disse que estava errado, porque estava 28 batimentos [cardíacos]. Eu sempre fiz muito esporte”.

“O meu [batimento normal] é sempre 40 ou 45. No auge do meu exercício [físico] chega a 90 [batimentos]. Eu disse: ‘Renata, acho que está errado’. A Renata levou um susto e fomos imediatamente para o pronto-socorro mais próximo”, desabafou.

Carlos Alberto de Nóbrega disse que o seu resultado preocupou sua mulher, que acionou os médicos. “Quando eu cheguei lá, às duas da manhã no hospital, já estava tudo preparado. Eu fiquei na semi-intensiva e começaram a fazer o tratamento e uma série de exames. Nunca fiz tanto exame. Me furaram todo. Fiz exames de ultrassom e de cérebro, por causa dessa tontura. É uma coisa chata. Não dói nada, mas é incômodo”, admitiu.

Ele também contou que que lida com as sequelas da Covid-19, mas que, na época em que contraiu a doença, já havia tomado as duas doses da vacina. “Ainda estou respirando com dificuldade, minha memória foi para o espaço, a visão piorou”, relatou.

“Eu estou com uma miocardiopatia. Quando eu cheguei no hospital sabendo que eu tinha uma equipe que me conhece há 20 anos, eu fiquei tranquilo. Eu tive medo do resultado do cateterismo, porque desde 2014 eu tenho esse problema. Eu me cuido muito. Mas fiquei preocupado em fazer esse cateterismo”, comentou.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›