Carnaval de Salvador: Emissoras são avisadas sobre decisão

Ivete Sangalo
Carnaval de Salvador ainda não teve seu desfecho revelado (Imagem: Divulgação)

A possibilidade é grande para o Carnaval de Salvador não acontecer em 2022. De acordo com informações do colunista Leo Dias, do Metrópoles, fontes garantem que as chances do cancelamento é de 90%.

A indefinição se dá justamente por conta da pandemia da Covid-19, já que os números na capital baiana são preocupantes. A Secretaria Municipal de Saúde de Salvador registrou, inclusive, alerta vermelho.

A respeito dos números de vacinados, os dados ainda são preocupantes. Isso porque mais de 70 mil pessoas com idade a partir dos 12 anos, já habilitadas para receber a primeira dose, ainda não compareceram aos postos.

Além disso, 283 mil estão com o fechamento do esquema vacinal atrasado e cerca de 156 mil não foram tomar a dose de reforço.

Não vai ser desta vez

Responsável por comandar o camarote Expresso 2222, Flora Gil revelou ao jornal Correio que não vai abrir o espaço no ano que vem, mesmo que o Carnaval aconteça:

“A aglomeração é um multiplicador do vírus, e o Carnaval é uma aglomeração extraordinária. Tenho receio de produzir uma festa tão grande com duração de uma semana e cooperar com a permanência, e até uma expansão, da pandemia”.

Uma alternativa

Enquanto o futuro da folia momesca baiana segue indefinido, Ivete Sangalo parece ter encontrado uma alternativa. Segundo informações de Leo Dias, a cantora alugou o Centro de Convenções da Boca do Rio justamente para um Carnaval particular em fevereiro.

O espaço foi reservado pela empresa da cantora, IESSI Music Entertainment, em parceria com o grupo San Sebastian. Nos bastidores, de acordo com a publicação, rumores dão conta que vão ser seis dias de evento, com a artista entre as atrações.

Vem causando burburinho

Procurada pelo colunista, a assessoria de imprensa de Ivete afirmou que ainda não tem informações oficiais do projeto. No entanto, o burburinho tem sido tão forte que algumas pessoas já têm se posicionado a respeito.

Igor Kannário, cantor e deputado federal, se mostrou contra a proposta: “Quer dizer que vai ter Carnaval para os ricos e não vai ter Carnaval para os pobres, que pagam impostos e sustentam essa porra toda?“.

Ele ainda continuou: “Ivete, máximo respeito, nada contra você, tá, rainha? Nada contra você, se eu tivesse alguma coisa contra você, eu já tinha falado. Tá bom? Mas, peraí! Como que Ivete tem o poder de alugar o Centro de Convenções, fazer seis dias de Carnaval, e a prefeitura e o governador não pode pegar a Fonte Nova ou o Parque de Exposições, alugar também, e fazer seis dias de Carnaval pro povo da maloca?“.

“Eu acho que os blocos afro, de samba, os blocos de axé, a galera da pipoca não podem aceitar isso. Não pode engolir isso seco, não! Beleza, o dinheiro é de Ivete, beleza! Se eu tivesse o dinheiro que Ivete tem, eu ia fazer o Carnaval pra maloca! Falta de respeito com o povo, viu?”, finalizou.

Gostou do conteúdo? Siga @rd1oficial no Instagram e RD1.com.br no Facebook para acompanhar as últimas notícias dos famosos.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›