Casagrande detona futebol em momento crítico da pandemia e ataca Bolsonaro

Casagrande
Casagrande faz desabafo ao vivo sobre a pandemia (Imagem: Reprodução / Globo)

Walter Casagrande Jr voltou a soltar um comentário político em pleno Bem, Amigos, do SporTV. Nesta segunda-feira (22), o comentarista detonou a realização de jogos do Campeonato Paulista em Volta Redonda, no Rio de Janeiro.

Em discurso, o ex-jogador declarou que a atitude da Federação Paulista de Futebol (FPF) é “vergonhosa”. O famoso também criticou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), garantindo que o político pega “uma estrada de morte” no que diz respeito ao combate à pandemia de covid-19.

“Quando a principal liderança de um prédio, de um bairro e, principalmente, de um país, como é o presidente Jair Bolsonaro, quando uma liderança como aquela é totalmente destrutiva ao país, é uma liderança de terror, de morte”, afirmou Casão.

O ex-jogador seguiu: “A estrada que o presidente Jair Bolsonaro pegou é uma estrada de morte, não dele, mas da população. Ele nunca virou para a estrada da vida. Ele permanece na mesma estrada, que é a da morte”.

“Quando a liderança se comporta dessa maneira, uma grande parte das pessoas se comporta dessa maneira também, aí vai ter conflito daquelas que pensam na saúde, no bem… Aí fica difícil. Cada um puxa para um lado”, falou Casagrande.

O contratado do Grupo Globo, então, falou da FPF e da postura da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). “Para mim, é uma situação vergonhosa a da Federação Paulista e da CBF. O futebol tem que entender que não é só as quatro linhas, que eles falam que estão seguras. No entorno do futebol, ninguém está seguro”, comentou.

“A federação e a CBF só veem isso porque a preocupação deles é com o dinheiro, é econômica. (…) Não é questão se contamina ou não, é questão de solidariedade, de um país só. Nós estamos numa situação delicada, caótica, no país todo. Não tem para onde correr. Não dá para jogar futebol”, opinou o comentarista.

“Para mim, o comportamento da FPF e da CBF é vergonhoso. Pra mim não é surpresa ser vergonhoso. (…) É a prepotência e arrogância de não aceitar ter perdido uma disputa de argumentos”, completou.

Fábio AlmeidaFábio Almeida
Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna "Do Fundo do Baú", publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email luizfabio@rd1audiencia.com
Veja mais ›