César Cielo celebra estreia como comentarista nos Jogos Olímpicos e expõe expectativas

Cesar Cielo
César Cielo estreia como comentarista no Jogos Olímpicos de Tóquio (Imagem: Reprodução / Instagram)

César Cielo está prestes a viver um novo momento na sua carreira. O nadador, que é dono da única medalha de ouro do Brasil na natação em Jogos Olímpicos, estreará como comentarista do SporTV.

Na transmissão das Olimpíadas de Tóquio, ele dividirá a cobertura com Milton Leite, justamente quem fez a narração da sua conquista em Pequim, em 2008. Cinco anos depois, o locutor também cobriu o tricampeonato mundial do atleta.

Em entrevista à colunista Patrícia Kogut, o atleta falou acerca da oportunidade de viver um novo momento na área profissional. “É uma honra sentar ao lado do Milton Leite, um cara que eu admiro muito. Sempre gostei do trabalho dele, das coisas que ele fala, da forma como narra. Ter a oportunidade de passar alguns dias com ele, aprendendo e vivendo este momento olímpico, para mim será muito especial, um privilégio. Espero ajudar de alguma forma a fazer uma transmissão mais leve, divertida e, ao mesmo tempo, informativa”.

Ao falar sobre a equipe brasileira de natação, que conta com vinte e sete nadadores – 16 homens e 11 mulheres, o campeão mundial -, Cielo destaca que há grandes possibilidades de pódio este ano.

“Estou com a expectativa de grandes resultados para a natação brasileira. Este foi um dos fatores, inclusive, que contribuiu para aceitar o desafio como comentarista, um trabalho que irei desempenhar pela primeira vez. Eu queria continuar participando e ajudando a natação de alguma forma. Temos boas possibilidades de pódio”.

Em conversa com o Metrópole, ele falou sobre essa transição de carreira e descartou o termo “aposentadoria”. “Cresci escutando que esta era o curso natural de um atleta. Mas entendi nestes últimos anos que posso até sair da natação, mas a natação nunca vai sair de mim. Eu vou no mercado, pego um Doritos na prateleira e alguém pergunta: ‘pô, mas nadador pode comer essas coisas?’ Vou no restaurante à noite, um pouco mais tarde, e alguém questiona: ‘nadador dorme tarde agora?’”.

César decidiu trocar a chamada “transição de carreira” por uma opção em que pode conciliar diversas carreiras ao mesmo tempo. “De verdade, para mim nunca fez sentido abandonar 25 anos de experiência que tenho num negócio e partir para outro negócio totalmente distinto. Hoje eu assumo isso de vez. A experiência que temos como atleta olímpico, de final olímpica, é coisa que pouquíssimos têm”, frisou.

Vale lembrar que as primeiras provas eliminatórias da natação acontecem a partir desta sábado (24), às 7h. À noite, às 22h30, saem as primeiras medalhas da modalidade.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›