Chefão da CNN Brasil reage e rebate críticas aos debates polêmicos do canal

CNN Brasil
Douglas Tavolaro se posicionou contra críticas ao canal de notícias (Imagem: Divulgação / CNN Brasil)

CEO da CNN Brasil, Douglas Tavolaro decidiu falar sobre as críticas que o canal de notícias recebe desde sua estreia, há cinco meses, por causa dos seus debates. Em artigo para o jornal Folha de S. Paulo, o chefão da rede rebateu as acusações.

publicidade

Em texto, o ex-Record afirmou que a empresa “já se consolidou como o canal do debate e da franca discussão de ideias na mídia brasileira”. “Chego a arriscar que nenhum outro veículo de comunicação promove com tanta regularidade o embate de pensamentos entre pessoas com perspectivas diferentes do mundo”, disparou ele.

“Todos os dias, a emissora dá amplo espaço a empresários, economistas, juristas, cientistas, intelectuais e políticos das mais diversas linhas ideológicas para debater livremente as questões fundamentais do país”, acrescentou o chefão da CNN Brasil.

publicidade

Veja Também

O diretor ainda disse que o canal pensa sempre em destacar as diferença de ideias e que isso é uma das forças vitais da democracia. “Esse é um dos pilares editoriais que construímos em parceria com a CNN dos Estados Unidos, há 40 anos uma das marcas de jornalismo de maior credibilidade do planeta”, garantiu Tavolaro.

“A CNN é democrática, equilibrada, independente e vai continuar mostrando todos os lados e promovendo debates no Brasil. Esta posição, por vezes, enfrenta críticas. A maioria vem de pessoas com convicção ideológica clara, que atacam apenas os que estão ‘do outro lado'”, comentou ele.

O diretor acrescentou: “Outros são insuflados por quem têm interesses comerciais que se cruzam com os da CNN Brasil, mas omitem isso do público”.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Douglas Tavolaro também falou no artigo sobre as acusações que a empresa recebe por dar voz aos negacionistas: “As críticas político-ideológicas vêm de grupos que tentam desqualificar não apenas o outro lado, o rival, mas a própria discussão democrática. É comum esses grupos acusarem os oponentes de serem extremistas, comunistas, obscurantistas, fascistas, negacionistas —ou qualquer outra palavra considerada ofensiva por um dos lados“.

publicidade

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Da RedaçãoDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.