Ciro Gomes ataca Bolsonaro e defende Marcelo Adnet após polêmica

Marcelo Adnet
Ciro Gomes defende Marcelo Adnet de ataques, após sátiras contra Governo Bolsonaro (Imagens: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

Após ataques da Secom, de Mario Frias e de robôs bolsonaristas, Marcelo Adnet recebeu o apoio de Ciro Gomes (PDT), nome que já virou alvo do humorista dentro das edições do Sinta-se Em Casa, com frases e colocações que causaram gargalhadas no próprio político.

Possível candidato em 2022, o ex-governador do Ceará rasgou o verbo contra o governo Jair Bolsonaro (sem partido). “Governo genocida, corrupto e covarde“, disparou no Twitter na noite deste sábado (5).

O ex-ministro da Fazenda afirmou que o Chefe do Executivo “usa a estrutura do Estado para atacar artistas“, e acrescentou: “Dinheiro público para perseguição política. Enquanto a milícia late, a caravana passa. Tamo junto, Marcelo Adnet“.

Hoje, a Secretaria de Comunicação do governo criticou Adnet por uma paródia em seu programa no Globoplay. No Twitter, o órgão se revoltou e escreveu que “há quem prefira parodiar o bem e fazer pouco dos brasileiros“.

Frias, por sua vez, se irritou e reagiu contra o humor do global: “Um palhaço decadente que se vende por qualquer tostão, trocando uma amizade verdadeira, um amor ou sua história por um saquinho de dinheiro e uma bajulada no seu ego infantil e incapaz de encarar a vida e suas responsabilidades morais“.

Confira:

CONTINUE LENDO →

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter e escreve semanalmente para a coluna Você Sabia?. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.