Clubes reagem após proposta da Globo pelo Campeonato Carioca

Globo
Globo leva não de clubes cariocas após proposta pelo Carioca (Imagem: Reprodução / Globo)

Os dirigentes dos times do Rio de Janeiro não ficaram nada satisfeitos com a proposta oferecida pela Globo para os direitos de pay-per-view do Campeonato Carioca até 2024. Uma reunião foi feita na sede da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) para discutir sobre o assunto.

De acordo com as informações do Notícias da TV, os clubes definiram a proposta da Globo como “ridícula” e muito abaixo do valor correspondente ao Estadual. Na proposta, o canal da família Marinho ofereceu somente espaço no Premiere com uma porcentagem na casa dos 7% de repasses das assinaturas.

O ppv da Globo tem 1,4 milhão de assinantes legais, o que daria R$ 5,8 milhões por mês. A Globo pagaria R$ 17,4 milhões por três meses de competição.

Antes do imbróglio entre Globo e Flamengo que desencadeou na interrupção do contrato em 2020, a emissora desembolsava cerca de R$ 120 milhões por TV aberta, TV por assinatura e ppv. Na TV aberta, a Record adquiriu os direitos até 2022.

Rompimento

A briga começou por causa da MP 984, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ela mexeu com os direitos do futebol no país e deu liberdade para qualquer time de futebol exibir os seus jogos como mandante onde quiser, como foi o caso do Flamengo, que não tinha contrato com o Plim Plim pelo Carioca 2020.

Com a decisão do Rubro-Negro, o canal líder de audiência entendeu que o contrato pelos direitos de transmissão foi violado e rompeu o acordo. Segundo a TV, a Ferj deveria ter assegurado a exclusividade sobre os jogos.

Pedido de desculpas

Ainda de acordo com a reportagem, acompanhado do valor do pay-per-view, a Globo tiraria do bolso outro montante em razão da rescisão do Campeonato Carioca 2020, algo em torno de R$ 30 milhões. Sobre a proposta, um executivo detonou: “Foi um valor ridículo, o Estadual vale mais”.

A Globo tinha o objetivo de concluir a negociação com todos os times e interromper o processo judicial com a Ferj, que exigiu em juízo uma indenização de R$ 150 milhões por danos causados após o rompimento do contrato no ano passado.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›