CNN Brasil conquista prêmio importante de Jornalismo com o Séries Originais

CNN Brasil
Séries Originais faz a CNN Brasil conseguir vitória importante em premiação (Imagem: Divulgação / CNN)

A CNN Brasil conquistou o importante Prêmio dos Direitos Humanos de Jornalismo 2021. A vitória veio com o Séries Originais, que disputava a categoria Televisão. O canal de notícias levou o primeiro lugar com a série Sociedade da Intolerância.

A produção foi exibida em agosto deste ano, com três episódios, e abordou diversas formas de preconceito no Brasil: Os Ataques às Religiões; Racismo e Xenofobia; e Homotransfobia. Nos programas, os repórteres mostraram como comunidades inteiras são afetadas pelos discursos de ódio e separação.

A CNN Brasil ainda ficou com o terceiro lugar com a série O Futuro da Alimentação, exibida em dezembro de 2020. Os episódios falam sobre o consumo e as novas opções de produção de alimentos para enfrentar o aumento da demanda que, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), deve triplicar até 2030, para alimentar dez bilhões de pessoas no mundo.

Com quase dois anos de existência o canal de notícias também recebeu a menção honrosa com a série Submersos: A Exploração da Malva, gravada na Amazônia.

A produção revelou a cadeia de exploração de trabalhadores que realizam a extração de fibras da malva. O material é usado, principalmente, na fabricação de sacos para embalar o café exportado pelo país e pela indústria automotiva.

CNN ainda teve outra conquista

A empresa ficou com o terceiro lugar na categoria Documentário, com a série Transamazônica: 50 Anos. Para a gravação dos cinco episódios, a equipe realizou 23 viagens pela rodovia que atravessa a Floresta Amazônica.

Os repórteres mostraram como vivem indígenas, ribeirinhos, caminhoneiros e pescadores no entorno da rodovia. Como exclusividade, eles contaram o transporte ilegal de madeira extraída das terras indígenas, o drama das pessoas que vivem em terrenos sem documentação, o comércio clandestino e a grilagem das terras, que geram violência e medo.

A premiação está em sua 38ª edição anual. O prêmio é concedido pelo Movimento de Justiça e Direitos Humanos (MJDH), com a colaboração da Ordem dos Advogados do Brasil/RS e a Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio Grande do Sul (ARFOC-RS).

Gostou do conteúdo? Siga @rd1oficial no Instagram e RD1.com.br no Facebook para acompanhar as últimas notícias dos famosos.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›