CNN Brasil rouba plano da Jovem Pan e negocia estreia na TV aberta

CNN Brasil
CNN Brasil quer lançar canal na TV aberta (Imagem: Divulgação / CNN Brasil)

A CNN Brasil estrou na TV por assinatura em março do ano passado, meses depois assumiu um acordo com a Rádio Transamérica para uma parceria e, um ano e três meses depois da sua primeira transmissão, o canal de notícias quer estrear na TV aberta.

Não existe nada confirmado, mas profissionais de TV garantem que a alta cúpula do canal de notícias tem interesse em ficar com o canal 32 UHF, Ideal TV, o mesmo que esteve nos planos da Rádio Jovem Pan. A informação é do jornalista Flávio Ricco, do R7.

De olho no público de sinal aberto no país, a CNN Brasil apenas colocaria sua transmissão da TV paga no canal UHF da TV aberta, sem custos extras para a produção de novos telejornais ou novas contratações, pelo menos no primeiro momento.

Em entrevista recente ao jornalista Maurício Stycer, do UOL, a nova CEO da CNN no país, Renata Afonso, comentou sobre suas primeiras impressões sobre a estrutura do canal.

“Eu diria que minha primeira impressão é superpositiva. É uma equipe supertalentosa, uma estrutura incrível. Estou falando da parte interna porque a programação eu já conhecia por ser consumidora assídua do canal. Já mexi em algumas coisas pequenas, de distribuição, de segurança. Ainda estamos numa pandemia. Temos que redobrar a segurança das pessoas que são obrigadas a vir trabalhar – não dá para todo mundo fazer jornal de casa. Uma vez que as pessoas têm que vir trabalhar, eles precisam de um ambiente seguro”, defendeu.

Rubens Menin, dono do canal e com certa aproximação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), prometeu para a nova CEO liberdade editorial. “Nós temos total liberdade editorial no canal. O Rubens é o dono da CNN Brasil, mas não tem influência sobre o editorial da CNN. É um homem admirável, de sucesso, a opinião dele obviamente tem que ser ouvida, como a de outros empresários, que se destacam nos seus ramos, mas não obrigatoriamente isso vai ser refletido na linha editorial da CNN”, explicou.

“Muita gente quer saber para onde vai a CNN. É incrível como as pessoas têm essa expectativa, o que não deveria ocorrer, porque a gente faz jornalismo e é imparcial. Está todo mundo esperando: ‘A CNN vai cair pra que lado?’ Eu sinto decepcioná-los: a CNN não vai cair para lado nenhum. Nem para o lado do governo, nem para a oposição”, informou.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›