Colega de faculdade de Suzane Von Richthofen expõe tudo que ela faz na sala de aula

Suzane Richthofen
Suzane Richthofen está se ressocializando (Imagem: Reprodução / Record)

Uma suposta colega de faculdade de Suzane Von Richthofen decidiu expor tudo que está acontecendo no local e explicou como é o comportamento da famosa entre os colegas.

Segundo ela, os próprios professores a apresentaram como uma “celebridade” e as pessoas agem como se nada tivesse acontecido. A própria Suzane, inclusive, age dessa forma.

“Ela está fazendo faculdade comigo. Começou ontem. O curso dela é de Biomedicina. Me contaram que ela chegou na sala e a professora disse: ‘Olha quem tá aqui'”, revelou.

“Ela chegou falando com todo mundo, toda cínica, simpática, e o pessoal babando o ovo dela, pedindo autógrafo no caderno como se ela fosse uma celebridade”, disparou.

“Ela pediu até o McDonalds e ele chegou rapidinho. A menina tá presa e tem um iPhone 11, melhor que nós”, detonou, em tom de julgamento. A tal moça, inclusive, foi detonada por causa disso.

“Você esperava o que? Que ela chegasse atirando em todo mundo? E te incomoda ela pedir um McDonalds e ter um iPhone 11?”, questionou uma internauta, revoltada com a exposição.

“Essa menina queria que a Suzane entrasse com uma faca fazendo o professor de refém?”, reagiu outra pessoa. “Ela já foi julgada e tá cumprindo a pena, o que vocês querem que ela faça?”, questionou mais uma.

Vale lembrar que a ressocialização de Suzane Von Richthofen ainda incomoda muita gente e há alguns internautas com medo da possibilidade da famosa se tornar influenciadora digital.

O motivo é o fato de existirem vários fã-clubes em sua homenagem nos últimos dias.

Dias atrás, a história de Suzane foi contada nos filmes “A menina que matou os pais” e “O menino que matou meus pais”, cuja estreia nos cinemas foi adiada tantas fezes que acabou sendo transferida para o Prime Video.

A trama policial protagonizada por Carla Diaz conta duas versões da mesma história.

No caso real, Suzane von Richthofen e os irmãos Cravinhos mataram os pais da garota com pauladas, mas os roteiros tomarão como base os depoimentos contidos nos autos do processo.

Uma das versões, a de Suzane, diz que eles foram os mandantes do crime, enquanto a outra, defendida pela dupla, garante que foi a loira quem arquitetou todo o plano de morte.

O serviço de Streaming adquiriu as duas versões e disponibilizou A Menina Que Matou os Pais e O Menino Que Matou Meus Pais no dia 24 de setembro.

O trailer foi divulgado no primeiro semestre deste ano e deixou os internautas empolgados. Eles mostram mais detalhes sobre a história por trás do assassinato dos pais de Suzane, que chocou todo o Brasil em outubro de 2002.

Confira:

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›