Com covid, Felipe Neto revela caminhadas em casa por orientação médica e explica motivo

Felipe Neto
Felipe Neto fez desabafo após contrair a covid-19 (Imagem: Reprodução/ Instagram)

Felipe Neto voltou a usar as redes sociais para falar sobre o seu estado de saúde, nesta quinta-feira (12). Ele comentou a respeito dos sintomas após ter contraído com a covid-19. Atualmente, o famoso está isolado em sua casa.

Mesmo vacinado com a primeira dose, o youtuber testou positivo para a doença e listou os sintomas da doença. Felipe Neto também disse que está realizando caminhadas na esteira por recomendações médicas.

“Acordei um pouco baqueado, parecia que eu tinha sido atropelado enquanto eu dormia, mas nada demais também. Estou com sintomas de gripe, como se fosse realmente uma gripe. Continuo sem febre, mas gripado. Vocês estão ouvindo? Anasalado, coriza. Se for só isso, está maravilhoso”, contou o influenciador.

Sobre o exercício físico, ele explicou: “Estou caminhando na esteira porque o médico falou que eu estou excessivamente sedentário e o sedentarismo é ruim. Eu não posso fazer exercício físico, não posso correr na esteira, mas ele falou que três vezes ao dia eu tenho que caminhar 15 minutos”.

“O que meu médico falou é que eu estou em um grau de sedentarismo brutal, ele pediu para eu andar só, então eu fiquei andando por 15 minutos, tenho que fazer isso três vezes por dia, sem nenhum tipo de aceleração, para eu não ficar no grau que eu estava”, destacou Neto.

Ainda no desabafo, o influencer frisou que não é aconselhável fazer atividades físicas durante o isolamento da Covid-19.

Na última quarta-feira (11), o criador de conteúdo rebateu alguns ataques que recebeu devido ao fato de ter se contaminado com o vírus mesmo tendo cumprido isolamento social.

“Acho que não custa explicar né, gente? Porque eu sei que o gado está todo aqui assistindo. ‘Ô gadão, assiste aqui! Não vai embora não’. Primeiro grande argumento: ‘otário, tomou vacina e pegou o vírus’. Eu sei que você faltou a escola, eu sei que é difícil estudar, né? Se não você não seria gado”, iniciou.

“Entenda um negocinho: tomar vacina não significa que você não vai pegar o vírus. O que a vacina está impedindo é a morte das pessoas. Noventa e nove por cento dos mortos dos EUA neste momento são de não vacinados”, disparou, em seguida.

“Isso já explica qual é a verdadeira importância da vacina. Você ser vacinado reduz drasticamente a quantidade de mortos no mundo”, disse ainda ele, que continuou:

“O segundo argumento é o isolamento. O isolamento funciona? Funcionou. Eu levei um ano e cinco para vírus chegar até mim. Ninguém disse que o isolamento faz com que ninguém mais contraia o vírus no planeta”.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›