Com início do Brasileirão, Globo Esporte ganha data para voltar ao ar

Felipe Andreoli e Alex Escobar na chamada de um Globo Esporte que apresentaram juntos
Felipe Andreoli e Alex Escobar na chamada de um Globo Esporte que apresentaram juntos (Imagem: Reprodução / Globo)

A perspectiva do início do Campeonato Brasileiro 2020 – se nada mudar, a primeira rodada está marcada para o fim de semana dos dias 8 e 9 de agosto – fará a Globo promover uma mudança em sua programação. A emissora marcou o retorno do Globo Esporte para a segunda-feira anterior, 3 de agosto.

A princípio, essa decisão se aplica a todas as versões do esportivo, que perdeu o status de programa independente em março. Naquele mês, quando a maioria das competições foi paralisada, as notícias dessa editoria foram absorvidas pelo jornais locais.

Integração do Globo Esporte com jornal local rendeu bons frutos

A integração do Globo Esporte com os jornais locais rendeu bons frutos à Globo. Em São Paulo, por exemplo, a interação entre César Tralli, titular do SP’1, e Felipe Andreoli, tem sido elogiada pelos telespectadores.

Não bastasse a boa sintonia, a entrega do Praça TV para o Jornal Hoje, sem intermediários, ajudou a conter a chamada fuga de público. Na prática, a análise dos dados demonstra que mais telespectadores permanecem na Globo durante a transição Tralli e Maju.

Foi por essa razão, inclusive, que a situação do Globo Esporte permaneceu inalterada com o retorno dos estaduais. O carioca – cujo jogo decisivo foi transmitido pelo SBT – terminou ontem. E, durante todo o período, Alex Escobar permaneceu fazendo entradas no RJ1.

Na contramão, o Paulistão tem retorno confirmado para a próxima quarta-feira (22). O jogo a ser transmitido será o clássico Palmeiras x Corinthians. A partida é válida pela penúltima rodada da fase de grupos. Mesmo assim, as notícias do esporte seguem no bloco estadual do SP1 até o fim do mês.

O panorama da audiência

Vale o lembrete que, na era Pré-Pandemia, o Balanço Geral já não incomodava apenas durante A Hora da Venenosa. O SP1 sempre seguiu imbatível, mas, em algumas ocasiões, os números do Globo Esporte comprometiam o desempenho do JH. Como resultado, a Record chegava à liderança antes das 14h.

Por essa razão, é crucial para a estratégia da Globo que o esportivo consiga prender a atenção da plateia. Em último caso, fica a sugestão para que a emissora considere a inversão de horários entre o Praça TV e o Globo Esporte. Os mais novos podem não se lembrar, mas este era o desenho de grade até meados da década de 90.

Novelas mais cedo

A volta do futebol traz outra consequência à programação da Globo: novelas mais cedo e com redução no tempo de arte às quartas-feiras.

A princípio, a emissora sinaliza que a grade será adiantada em todo o país, mesmo nas praças em que não haverá transmissão. Se seguir com este plano, está descartada a exibição de duas edições do Jornal Nacional, como ocorreu em 1º de julho.

Pela grade da próxima semana, o ajuste será feito a partir de Êta Mundo Bom! A reprise de Walcyr Carrasco, que vem bombando na audiência, ficará cerca de 45 minutos no ar.

Isso nos permite concluir que, excepcionalmente às quartas, será exibido um capítulo original por dia. Nos outros dias da semana, o padrão tem sido dois episódios condensados em um.

CONTINUE LENDO →
Piero Vergílio é jornalista profissional desde 2006. Já trabalhou em revistas de entretenimento no interior de SP e teve passagens pelo próprio RD1. Em tempos de redes sociais, criou um perfil (@jornalistavetv) para comentar TV pelo Twitter e interagir com outros fãs do veículo. Agora, volta ao RD1 com a missão de publicar novidades sobre a programação sem o limite de 280 caracteres.