Correspondente da Globo é ameaçado em Nova York e filma tudo; veja

Globo
Tiago Eltz foi hostilizado nos Estados Unidos (Imagem: Reprodução / Globo)

Uma semana depois do repórter Leonardo Monteiro ser agredido por seguranças do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), outra correspondente da Globo foi hostilizado. Neste domingo (7), Tiago Eltz revelou ter sido ameaçado por um casal durante a cobertura da maratona de Nova York, nos Estados Unidos.

O jornalista da emissora carioca postou em seu Instagram o vídeo onde um homem – que se identifica como Carlos Curi – o chama de “bundão” e “otário”. O brasileiro que estava na maratona ainda ameaçou arrancar o braço do correspondente e “levar para minha casa”.

Na legenda da publicação, Tiago Eltz afirmou que o casal “começou a me xingar e a gravar, aparentemente se divertindo”. O jornalista, então, passou a gravar o casal, e chegou a bater boca com o homem.

“Estava segurando o microfone da Globo quando esse casal começou a me xingar e a gravar, aparentemente se divertindo. Eles passaram, e quando o homem começou a voltar, eu comecei também a gravar. O resto tá no vídeo”, iniciou o repórter.

O correspondente seguiu: “To postando porque ele fala o nome dele, e talvez alguém que saiba onde ele trabalha, ou conheça a família, pode encaminhar o vídeo e talvez ele possa receber ajuda”.

“Ajuda, porque é isso que acho que precisa alguém que anda na rua ameaçando arrancar o braço de alguém que ele não conhece“, completou o jornalista.

No Twitter, Guga Chacra, comentarista da Globo e da GloboNews, se solidarizou com o colega nas redes sociais. “Minha solidariedade ao Tiago Eltz, meu amigo, que cobria a maratona de NY quando foi agredido verbalmente por este cidadão covarde”, escreveu ele.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]encia.com
Veja mais ›