Datena encerra 2020 com vitórias sobre Record e SBT; especial de Hebe flopa

Datena
José Luiz Datena no estúdio do Brasil Urgente; jornalístico da Band abre vantagem sobre Record e SBT (Imagem: Reprodução / Band)

Os últimos dias de 2020 foram de comemoração para José Luiz Datena e a equipe do Brasil Urgente, da Band. Além dos festejos pela virada de ano, apresentador e colegas celebraram a vice-liderança de audiência tanto na quinta-feira (31), quanto na sexta-feira (1°), atrás apenas da Globo. No sábado (2), o noticiário fechou em terceiro lugar, à frente do SBT. Já o especial sobre Hebe Camargo, exibido na noite de Réveillon, registrou índice modesto.

Dados referentes a Grande São Paulo apontam que, na quinta, o Brasil Urgente emplacou 5,5 pontos, 7,4 de pico e 11,5% de participação no número de televisores ligados (share), quando exibido para todo país. Entre 16h e 18h50, 15,3 para a Globo, 4 do SBT e 3,9 para a Record. O jornalístico também garantiu 6,2 pontos, 6,7 de pico e 11,4% de share com o bloco veiculado apenas em São Paulo. Das 18h50 às 19h20, 18,3 da Globo, 5,6 do SBT e 4,5 da Record.

No primeiro dia de 2020, a edição nacional do Brasil Urgente marcou 5,1 pontos, 6,6 de pico e 10,9% de share – contra 5,1 da Record e 3,6 do SBT. O módulo local rendeu 5 pontos, 5,6 de pico e 9,3% de share – acima dos 4,7 do canal de Silvio Santos.

No sábado, o policialesco de Datena voltou a ultrapassar o SBT. E ainda embalou o Jornal da Band, também na terceira colocação. Foram 4,8 pontos, 6,4 de pico e 9,4% de share, entre 16h20 e 18h50, frente 3,3. E 4,5 pontos, 5 de pico e 8,1% de share, das 18h50 às 19h20, versus 2,2. Já o telejornal consolidou 4,6 pontos, 5,4 de pico e 7,7% de share, entre 19h20 e 20h25, ante 3,1.

Cabe destacar ainda a faixa Documento Band, com imagens de Hebe em sua passagem pela emissora, apresentadas por Ronnie Von. A alardeada atração de fim de ano atingiu 1,2 ponto, 1,8 de pico e 3% de share, das 22h28 à 0h – atrás da Globo (14,5), do SBT (3,9) e da Record (3,1).

Duh SeccoDuh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog "Vivo no Viva", repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›