De O Clone a Kubanacan: Série da Netflix, Dark é comparada com novelas da Globo

Globo
Novelas da Globo são comparadas com série da Netflix (Imagem: Reprodução – Globo – Netflix / Montagem – RD1)

Com a terceira temporada recém-estreada na Netflix, a série Dark está recebendo comparações com algumas produções brasileiras, inclusive da Globo, em meio à toda a sua repercussão no Twitter.

Uma delas é a novela Kubanacan, de Carlos Lombardi, que foi ao ar em 2003. Nela, o personagem Esteban (Marcos Pasquim) caía em uma ilha nos anos 50 e apresentava transtornos de personalidade.

Ao longo da trama, ele apresentava duas outras versões e, somente no final, foi revelado que Esteban era, na verdade, o filho de dois personagens cuja missão era impedir que a ilha fosse destruída.

Em Dark, são apresentados artifícios de suspense e ficção científica em meio às viagens no tempo de vários personagens. Assim como ela, a novela da Globo também fez com que o público tivesse dificuldade de compreensão.

A produção da Netflix, em sua terceira temporada, também chegou a ser comparada com a novela O Clone, que foi ao ar entre 2001 e 2002, por conta da abertura que conta com recursos semelhantes.

Dark também chegou a ser comparada com a série Um Menino Muito Maluquinho, produzido pela TV Brasil em 2006, que apresentava a história do personagem principal em três versões.

Em um dos episódios, o garoto de 5 anos e o de 10 chegam a se encontrar com o de 30 anos em um passeio na praia. Com uma narrativa de fácil entendimento, alguns internautas disseram que ela abriu caminho para que Dark pudesse ser compreendida.

Confira a repercussão:

PRÓXIMA MATÉRIA→

Publicitário e Jornalista de Celebridades, Lucas Medeiros compartilha todos os dias o cotidiano dos famosos de maneira leve, original e divertida. Acompanhe tudo clicando aqui!

RECEBA NOTIFICAÇÕES GRÁTIS