De televendas ao racismo: as pautas dos programas regionais da Globo

O apresentador Beto Café foi o escolhido para comandar novo televendas na Globo Nordeste
O apresentador Beto Café foi o escolhido para comandar novo televendas na Globo Nordeste (Imagem: Reprodução / Globo)

A flexibilização das práticas comerciais da Globo parece mesmo ser um movimento irreversível. Se a rede já vem investindo em novos formatos para atrair anunciantes, uma de suas emissoras próprias vai dar um passo além. No próximo sábado (29), a Globo Nordeste lança, logo após o Jornal Hoje, o programa Destino Shop.

Bebendo da mesma fonte dos canais de venda, a nova atração é descrita, no plano comercial, como uma “oportunidade inédita para as marcas que procuram aumentar sua receita”. Também como justificativa para o projeto, há a alegação que “as marcas precisam vender mais e a Globo tem o papel de ajudá-las nessa missão, transformando seu inventário, portfólio e ofertas em soluções para o mercado”.

Ao todo, serão exibidos quatro edições, entre 29 de agosto e 19 de setembro. Com 25 minutos de duração, a atração será transmitida para 54 municípios do estado de Pernambuco.

Conheça a dinâmica do Destino Shop na Globo Nordeste

Apresentado por Beto Café, que já teve passagem pela TV Clube / Record, Destino Shop terá como cenário os diferentes ambientes de um apartamento. Sala, cozinha, quartos e área de serviço servirão como pano de fundo para a exibição de ofertas exclusivas.

A intenção da Globo, segundo o plano comercial, é priorizar uma abordagem leve, descontraída e contextualizada. Como parte dessa proposta, os produtos serão inseridos no ambiente que melhor se adequar ao segmento do anunciante.

A Globo abriu oportunidades para empresas de diversos segmentos da indústria, varejo e serviços. Cada nunciante poderá trabalhar até três ofertas por programa, em uma única subcategoria.

Para aparecer nas quatro edições, o investimento previsto é de R$ 78.300,00. O Destino Shop possui até seis cotas para comercialização.

Assista a um vídeo com um recado do apresentador Beto Café:

A iniciativa da Globo Nordeste vai ao encontro de algumas ações desenvolvidas pela rede. Destaca-se, por exemplo, o uso de um QR Code na vinheta de Totalmente Demais.

Além disso, a Seara passou a ter o logo exibido na abertura do Encontro. Esta foi apenas uma das vantagens oferecidas ao patrocinador do programa de Fátima Bernardes.

Na Bahia, debate sobre Racismo

No estúdio, apresentadores e convidados do Conversa Preta, programa da Rede Bahia que debate o racismo
No estúdio, apresentadores e convidados do Conversa Preta, programa da Rede Bahia que debate o racismo (Imagem: Divulgação / Rede Bahia)

Se, em Pernambuco, a Globo Nordeste prefere incentivar a retomada econômica – e encher os próprios cofres -, a TV Bahia optou por utilizar a faixa local de uma maneira completamente diferente. Também após o Jornal Hoje, aos sábados, lançou o Conversa Preta.

No estado em que oito em cada dez pessoas se autodeclaram pretas ou pardas, a emissora abre um espaço importante para debater o racismo. Trata-se de uma série de três programas especiais.

Na tarde deste sábado (22) vai ao ar o segundo episódio. O tema do dia é representatividade no combate ao racismo e construção da identidade negra.

O programa conta com a apresentação de Aldri Anunciação e um jornalista da Rede Bahia – Georgina Maynart (dia 15), Vanderson Nascimento (dia 22) e Luana Assiz (dia 29).

Ao site oficial da atração, Aldri – que é ator e dramaturgo – festejou esse espaço. “O racismo é uma ferida que afeta todas as pessoas, desequilibra a sociedade. Apresentar o Conversa Preta, além de um desafio, é ter a oportunidade de contribuir para uma sociedade mais humana”, concluiu.

CONTINUE LENDO →
Piero Vergílio é jornalista profissional desde 2006. Já trabalhou em revistas de entretenimento no interior de SP e teve passagens pelo próprio RD1. Em tempos de redes sociais, criou um perfil (@jornalistavetv) para comentar TV pelo Twitter e interagir com outros fãs do veículo. Agora, volta ao RD1 com a missão de publicar novidades sobre a programação sem o limite de 280 caracteres.