Décadas depois, Zezé Motta expõe racismo que sofreu em cena com Marcos Paulo na Globo

Zezé Motta e Marcos Paulo (Imagem: Reprodução – Globoplay / Montagem – RD1)

A atriz Zezé Motta aproveitou esta quinta-feira (28) para relembrar um momento que impactou a sua carreira, que foi a época que atuou na novela Corpo a Corpo, nos anos 80, ao lado do saudoso Marcos Paulo.

Na ocasião, porém, a veterana não pôde deixar de falar sobre os ataques racistas que recebeu por parte do público, pelo fato de ter feito par romântico com um ator branco, e disparou:

“Em 1984, Gilberto Braga trouxe em horário nobre a história de um amor multirracial. Sônia (Zezé Motta) e Cláudio (Marcos Paulo). O racismo foi discutido, falado e mais que comprovado. A ideia de Gilberto era exatamente essa! Adivinhem só, o casal não foi aceito pelo público”.

“As pessoas diziam que Marcos deveria estar sem dinheiro para aceitar beijar uma negra na trama. O saudoso Marcos Paulo chegou a receber recados mal-educados de fãs em sua secretária eletrônica”, relatou.

Nos comentários, seus fãs a cobriram de homenagens e a parabenizou por um papel tão necessário quanto esse numa época como aquela. Recentemente, em conversa com a revista Quem, a atriz falou sobre sua idade, 77 anos:

“A minha relação com o meu corpo e a minha idade é ótima. Quando eu era jovem, realmente ficava preocupada e dizia: ‘Aí, meu Deus, está chegando os 30, os 40, os 50’. Cansei de ficar preocupada com isso, tão tensa. Achando que isso seria ruim. Aí, relaxei”.

“Quando digo que ficava preocupada com isso é pelas crises. Aos 30 anos, não deu tempo para ter crise. Estava no auge de Chica da Silva. Mas nos 40 e 50 eu tive. Depois pensei: ‘Estou ótima, com prestígio. Se eu faço um trabalho, as pessoas apreciam e prestigiam’. E isso tudo foi construído com o tempo. É preciso passar por essas etapas todas para chegar aos 77 anos. Graças a Deus, cheguei bem”, pontuou a famosa.

Sobre o físico, Zezé explicou que não tem neuras. “Em relação ao meu corpo, havia uma preocupação e depois me dei conta de que era bobagem. O importante mesmo é ter saúde e ser feliz. Nós não podemos relaxar muito para não implicar na saúde. Mas estou bem com meu corpo. Continuo me sentindo bem bonita aos 77 anos”, garantiu.

Tenho uma vida tão dinâmica que raramente me lembro que tenho 77 anos. Eu acho que o importante com a idade é a gente se cuidar bem, cuidar da alimentação, se exercitar. Eu me cuido muito bem, sou muito vaidosa, filha de Oxum. Faço caminhadas, estou doida que passe tudo isso que está acontecendo para voltar a me exercitar mesmo. Eu gosto de pilates, quero voltar a fazer. Enfim, todo mundo está sonhando em voltar para a vida normal“, disse.

Toda ativa, Zezé Motta confessou ainda que está disposta a ter um relacionamento: “Em relação ao amor, às paixões, eu sou movida à paixão. Já me casei cinco vezes. Atualmente, estou solteira. Mas não pretendo ficar sozinha. Casar não precisa mais. Já deu né?! Mas não quero envelhecer sozinha. Acho que a minha relação com o amor é bem mais tranquila hoje em dia. Não tem mais aquela coisa de desespero quando a gente termina. A gente aprende que tudo tem um começo, meio e fim”.

Confira:

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›