Desabamento em prédio da Record causa fratura exposta em funcionário

Record
Desabamento em prédio da Record, no Rio de Janeiro, deixa funcionário ferido (Imagens: Reprodução / Metrópoles – Record)

O desabamento do teto do complexo de produção da Record em Vargem Grande, no Rio de Janeiro, deixou um funcionário gravemente ferido. Segundo informações do portal Notícias da TV, Alex Cunha foi arremessado durante o incidente, ocorrido nesta sexta-feira (16). Ele sofreu fratura exposta em uma das mãos, tendo de se submeter a procedimento cirúrgico neste sábado (17). Fontes ouvidas pelo Notícias da TV apontam omissão da emissora na atenção ao profissional.

A testemunha relatou que ontem, por volta das 21h, os funcionários da redação de Jornalismo escutaram um barulho forte vindo do fundo do estúdio. Embora apreensivos, todos continuaram com suas atividades – incluindo Alex, editor de texto do Jornal da Record. “Tinham ficado cerca de dez pessoas, o pessoal que faz o Jornal da Record, de rede nacional. Quarenta minutos depois do primeiro estrondo, veio outro muito mais forte e tudo começou a tremer”, revelou a fonte.

Quando o teto caiu, três pessoas haviam ficado para trás. Estas foram arremessadas para fora do ambiente devido ao tremor e ao deslocamento de ar. Cunha bateu com a cabeça neste momento. “Ele cortou a mão toda, do dedão até o mindinho”, declarou a testemunha. A Record, no entanto, procurou o contratado apenas na manhã de hoje:

Ninguém esteve no hospital, a não ser os próprios colegas de Redação. A empresa entrou em contato com ele agora, mais de 14 horas depois que aconteceu”.

O portal ouviu o sargento Torres, do Corpo de Bombeiros, que relatou o atendimento a um homem no local, com ferimentos leves na mão. A corporação informou que Thiago Domingues, de 23 anos, também apresentou ferimentos leves; recusou, contudo, o suporte hospital. Jefferson Menezes, de 33, seguiu para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca; não há informações sobre o estado de saúde dele.

O Corpo de Bombeiros relatou o pedido, às 21h15 de sexta, para verificar o desabamento. “A Defesa Civil municipal foi chamada para avaliação do local junto com seus técnicos para saber se o local vai ser interditado ou não”, salientou Torres. Um boletim que circula na web, derivado de post do site Audiência Carioca, atesta a interdição da área que abriga também o estúdio do Balanço Geral e do Cidade Alerta.

Ao jornal Extra, um amigo de Alex Cunha declarou que o desabamento teve início justamente neste espaço. O primeiro estrondo, inclusive, foi confundido com o barulho do trilho das câmeras: “O chacoalhar permaneceu, e eles perceberam que algo ia explodir. Quando acenderam a luz do estúdio, viram que o teto estava desabando. Pouco antes, ouviram um barulho forte, como se algo estivesse pressionando o teto da redação de cima para baixo”.

Em nota, a Record Rio destacou que “todos os colaboradores foram retirados em segurança e socorridos”. “Não houve registro de feridos graves. É importante esclarecer que a estrutura foi reformada há pouco tempo devido a uma forte chuva no Rio de Janeiro. Garantida a segurança dos colaboradores vamos agora apurar eventuais danos estruturais para recuperar o local”, completou. O canal manifestou apoio aos colaboradores e afirmou que um deles passará por microcirurgia de correção”.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›