Fofocalizando
Caco Rodrigues é diretor do “Fofocalizando” (Imagem: Divulgação / SBT)

Escrever sobre audiência da TV é uma tarefa deliciosamente provocante. Os números só são considerados pelos profissionais quando eles são positivos para os produtos com os quais estão envolvidos. Engraçado, não?

Na terça-feira (28), o RD1 publicou a seguinte matéria: “Fofocalizando” agoniza e registra pior audiência da tarde do SBT. O repórter Duh Secco anotou uma série de informações relevantes sobre o vespertino, que registrou, na segunda-feira (27), entre 14h59 e 16h16, modestos 4,7 pontos de média com pico de 5,8 e share (número de televisores ligados) de 10,2%, ante 12,0 da Record e 11,3 da Globo.

Pior, dos 16 programas exibidos pelo SBT na ocasião, o “Fofocalizando” só deu mais audiência que três deles: a reprise do “Roda a Roda Jequiti” (4,3), o “Operação Mesquita” (3,9) e as duas edições do “SBT Notícias” (3,8 e 3,9, respectivamente). Detalhe, todos ocupantes das madrugadas do canal. Um verdadeiro vexame.

No Twitter, o diretor do “Fofocalizando”, Caco Rodrigues, não reagiu bem à verdade (veja o print no final deste texto) e escreveu: “Kkk só rindo com tanta confiabilidade e independência… fala sério”. Caco, falamos sério. Quer provas?

Desde a troca de Márcio Esquilo por você, Caco, em 19 de abril, o “Fofocalizando” perdeu uma considerável parcela de público. Os 4,7 da segunda não são algo inédito. Há dias o vespertino firmou-se na casa dos “quase 5” ou “5 e um pouquinho”. E perdeu com a troca de direção, não com a saída de sua grande amiga Mara Maravilha, como prega uma patota nas redes sociais.

Sem Mara, o programa manteve-se nos patamares de audiência e na disputa pela vice-liderança. Com você, Caco, o “Fofocalizando” deixou de disputar com Globo e Record e passou a ser tratado de igual para igual por Band e RedeTV!. Encolheu, sabe? Caco, você é o diretor, a culpa é sua. Só sua. Leo Dias, Lívia Andrade, Décio Piccinini, Mamma Bruschetta e Leão Lobo são a solução.

Aqui, Caco, faço um desafio: desminta a matéria do RD1 e prove que os dados estão incorretos. Acusar um veículo de parcialidade é comum no discurso dos desprovidos de argumentos. O problema não está no RD1, Caco. O problema está no programa que você dirige. O grande charme da isenção é publicar fatos doa a quem doer, Caco. E aqui estou te trazendo uma série deles.

Uma dúvida: qual a meta de audiência do “Fofocalizando”, Caco? Esta coluna ouviu de duas pessoas respeitáveis que alguém prometeu ao Silvio Santos “até 10 pontos”. Só para esclarecer esse ponto, Caco, qual é a meta do programa?

Outra coisa, Caco, quando que a Mara Maravilha, sua grande amiga, volta? A coluna também ficou sabendo que são frequentes as visitas da baiana à sua sala no SBT. Estão planejando os últimos detalhes?

Como alguém que vê TV para poder falar dela, faço o seguinte alerta, Caco: Mara, Lívia e Leo, este o grande trunfo do “Fofocalizando”, não ocupam o mesmo espaço. É física. Cuidado, Caco, cuidado.

Ah, não posso esquecer, Caco, uma última coisa. Seu patrão, o Silvio Santos, não é lá muito paciente, né? Aliás, comprovadamente ele desconhece o significado desta palavra. Com um produto tão engessado, que não repercute mais como antes, e com uma audiência tão insatisfatória, será que o “Fofocalizando” chega ao final do ano ou morrerá feito peru, às vésperas?

Fofocalizando
Caco Rodrigues, diretor do “Fofocalizando”, acha que o RD1 mente; o RD1 quer que ele prove (Imagem: Reprodução / Twitter)

🔔Boletim RD1 | Notícias dos Famosos