Diretor da Viacom é dispensado após chamar Rafael Portugal e humoristas de idiotas

Rafael Portugal
Rafael Portugal foi chamado de idiota por diretor da Viacom e assunto rendeu (Imagem: Reprodução / Instagram)

A Viacom administra canais como MTV e Comedy Central e virou a plataforma de uma polêmica envolvendo seu diretor de talentos e música. Caio Corsalette foi desligado do holding depois de vir à tona um áudio em que chama Rafael Portugal, Thiago Ventura e outros humoristas de idiotas.

O áudio surgiu inicialmente do Instagram de Manu Maciel, que também vive do humor. Logo no início do áudio, ela o questiona ao ver que ele mudou bruscamente o discurso: “Antes eles eram idiotas, agora eles são gênios [da comédia]?”.

Corsalette encontrou um meio termo entre essas duas posturas e esbanjou sua situação financeira da Viacom: “Calma, eu achei que a gente estivesse como numa sala de casa. Quando você coloca Manuel Bandeira, Drummond e tudo, esses caras realmente são idiotas. São pessoas que eu pago o salário e trabalham comigo”.

Manu perdeu a paciência e detonou o diretor nessa conversa de áudio no Club House, rede social fechada: “Pra mim, você é um idiota. Você vem ofender uma classe como idiotas da comédia, você nomeia pessoas com quem você acabou de trabalhar. Eu aposto qualquer coisa que você não é homem o suficiente para falar na frente desses caras que eles são idiotas, imbecis ou qualquer termo que você tenha usado”.

O clima começou a ficar ainda mais tenso, quando a humorista soltou o verbo de maneira mais desaforada: “Você vem numa sala cheia de gente que você não conhece, falar mal dos caras para se promover. Acho complicado você resolver seu problema de síndrome de p#u pequeno em público. Você não vai ofender as pessoas da minha classe de maneira gratuita”.

Caio Corsalette riu e desdenhou: “Qual é a sua classe? O que você é, Manu? É bom que eu nunca vou te contratar, né?”. Ela rebateu na lata, negando a hipótese de trabalhar com o rival futuramente: “Não vai mesmo, porque pra você, eu não trabalho”.

De acordo com Guilherme Amado, do jornal Metrópoles, a Viacom frisou que valoriza a comédia e o talento de cada profissional, avisando que o funcionário deixou a equipe.

O executivo se desculpou em nota: “Sobre o áudio em que faço considerações sobre comediantes: errei. Por isso peço desculpas de forma clara e aberta. A fala não condiz com o que penso como profissional”. Mais tarde, sua assessoria negou a decisão e apontou a saída como uma rescisão contratual.

Voltando ao post que viralizou no Instagram, Fábio Porchat comentou o episódio: “Mandou muito bem! Já estamos resolvendo isso! Obrigado por defender todo mundo sozinha”. Victor Sarro também demonstrou apoio: “Mandou muito”. Rafael Portugal agradeceu pela defesa e Gregório Duvivier foi bem sucinto: “Parabéns pela resposta”.

Em nota ao RD1, a empresa ressaltou: “A ViacomCBS, em nome do Comedy Central, reforça seu posicionamento de valorização da comédia, bem como o enaltecimento ao talento genuíno de cada profissional dessa classe. Sempre manteve, como marca, um bom relacionamento com artistas e preza muito por essas parcerias. O executivo em questão não faz mais parte do quadro de funcionários da empresa”.

Confira:

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›