Diretor de A Fazenda 2021 comenta expulsões e dá definição para agressão no reality

A Fazenda 2021
Rodrigo Carelli é diretor de A Fazenda 2021; ele comentou sobre expulsões (Imagem: Reprodução / R7)

Muita gente tem pedido a expulsão de vários peões de A Fazenda 2021 desde a madrugada desta sexta-feira (8). Porém, antes mesmo da estreia da temporada, o diretor Rodrigo Carelli já havia definido o que caracterizava como agressão e falou de expulsões.

Saiba tudo sobre A Fazenda 2021 na cobertura do RD1

Em entrevistas para programas da Record, durante coletiva de imprensa, o diretor comentou até que ponto os participantes poderiam agir em suas discussões.

“Teoricamente tudo que não coloque em risco a integridade física do participante, ou seja, que não machuque, ou não possa machucar, pode fazer. O cuspe fica nesse ‘limbo’ aí. A gente sugere que as pessoas evitem isso e fala que, dependendo de como isso acontecer, se isso tiver junto com uma coisa que puder ferir a integridade física, pode gerar expulsão“, afirmou.

Carelli ainda ressaltou o quanto é ruim quando um participante é expulso, como foi o caso de Nego do Borel, acusado de estupro de vulnerável, ou pede para deixar o programa, o que ocorreu com Fernanda Medrado.

“É muito ruim. Desistência ou expulsão são duas coisas muito chatas que a gente torce para não acontecer. Não tem acontecido recentemente [nos últimos realities]. Mas também acho que é um aprendizado para os próprios participantes, [que] perceberam que é ruim desistir”, disse.

O diretor até lembrou da desistência de Gretchen na quinta temporada de A Fazenda: “A gente tem um caso de desistência que ficou famosa – mas é só esse caso -, que é o da Gretchen. Inclusive, essa ‘fábrica de memes’ que ela virou, foi por causa dos memes de ‘A Fazenda’ e do ‘Power Couple’. Mas, em geral, [a desistência] não é [algo] bom. Nem para a pessoa e nem para a gente”.

O assunto das expulsões veio à tona quando fãs de Rico Melquiades pedem a expulsão de Dynho Alves e Victor Pecoraro por supostas agressões durante as brigas dentro da sede.

A primeira agressão teria acontecido quando Rico resolveu jogar o pó de café no chão. O marido de Mirella partiu para cima do peão. O alagoano acusou o adversário de colocar o pé em seu caminho para derrubá-lo.

Já a segunda agressão teria ocorrido quando Victor virou uma garrafa de iogurte na cabeça de Rico, que revidou jogando ketchup no ator. Imagens na internet pinçadas da transmissão ao vivo do PlayPlus mostram que o artista teria arremessado a mesma garrafa contra o humorista.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›