Diretor do SBT volta atrás sobre a criação de novo canal

SBT
Silvio Santos iria colocar um novo canal do SBT no ar (Imagem: Divulgação / SBT)

Após uma ordem de Silvio Santos, a produção do SBT começou a estudar a possibilidade de lançar um novo canal na TV aberta. Segundo a coluna de Leo Dias, do UOL, a ideia do dono da emissora é que a programação tivesse prioritariamente conteúdos infantis e educativos.

Fazendo uso da função multiprogramação da televisão digital, a solicitação chegou a ser liberada por Jair Bolsonaro (sem partido) no mês passado, no dia 6 de abril.

Para quem não sabe, o presidente assinou um decreto que permite que as emissoras usem suas frequências para lançarem sub-canais com programações lúdicas. A assinatura do presidente foi realizada por causa da pandemia da Covid-19. Antes da chegada do coronavírus, apenas redes governamentais tinham a autorização de realizar tal função.

Apesar do projeto ter sido assinado inicialmente por 12 meses, a tendência é que o decreto permaneça mesmo depois do fim da pandemia.

Em conversa com a publicação, Fernando Pelegio, diretor de Planejamento Artístico e Criação da emissora de Silvio Santos, confirmou que o sub-canal estava sendo programado e que estavam sendo realizados estudos para a grade do SBT2.

Porém, no Twitter, o funcionário da emissora voltou atrás quanto ao que havia dito. “Não vai haver segundo canal do SBT. Confirmei ao Léo Dias que havia um estudo. Falha minha não ter completado a pergunta dele. Esse estudo aconteceu e se mostrou inviável. Quero pedir desculpas ao Leo e aos leitores por essa falta de complemento”, escreveu.

Se fosse ao ar, o sub-canal iria transmitir desenhos e novelas infantis, além de teleaulas dos ensinos Fundamental e Médio, que seriam uma parceria com os governos locais.