Diretores do Canta Comigo Teen revelam cuidados com crianças por conta de Covid-19

Canta Comigo Teen
Rodrigo Faro e participantes do Canta Comigo Teen (Imagem: Edu Moraes / Record)

Em meio à pandemia de coronavírus, as gravações do Canta Comigo Teen, na Record, contaram com todas as precauções necessárias para se evitar o contágio por Covid-19.

Sobre as medidas adotadas para a proteção das crianças e dos adolescentes, o diretor de realities Rodrigo Carelli e Juliana Algañaraz, CEO da Endemol Shine Brasil, comentaram sobre os cuidados e como fizeram as gravações da forma mais protegida possível.

Nós tivemos cuidado com as crianças o tempo inteiro. Eles tiveram, à disposição, psicólogo o tempo inteiro, inclusive antes das apresentações e não só quando são eliminados. Antes, quando estão ansiosos e esperançosos pelas apresentações, então, demos muito suporte e mantivemos as famílias por perto“, começou Juliana.

Além disso, a executiva ressaltou o lado vocal das crianças e o acompanhamento musical. “Todas são crianças já tinham uma base vocal importante, mas colocamos treinamento vocal com professores individuais enquanto preparavam suas performances. Tivemos uma super infraestrutura para isso com salas de ensaios para cada uma. São 12 crianças por episódio. Queremos que eles estejam super confortáveis e que deem o melhor de si“, reforçou.

Carelli falou sobre a estrutura do programa para com seus candidatos. “É uma equipe só pra isso. O que nos deixou emocionados foi a maturidade profissional deles. Havia momentos que eles eram mais maduros do que nós. Eles eram muito mais estruturados e tiveram uma parceria de backstage impressionante“, contou.

A estrutura do programa

Acerca da estrutura do Canta Comigo Teen, Carelli e Juliana revelaram algumas curiosidades da atração. A produção montada pela Record para a realização do reality impressionou pelos cuidados com o produto final e com os competidores.

Temos 88 participantes do programa e cada edição terá como mínimo, 12 participantes que iam para a final, mas quando os 100 jurados levantassem, o participante iria direto para a semifinal da disputa, conforme a regra“, destacou Juliana.

Tivemos crianças de todo o Brasil, mesmo em meio à pandemia. Tivemos gente de Belém, Rio Grande do Sul, Rio de janeiro“, prosseguiu Juliana, que foi complementada por Faro: “Tivemos gente de Goiás, Pernambuco, Alagoas, Manaus. O Brasil inteiro está representado nesta primeira temporada do ‘Canta Comigo Teen’“.

Carelli ressaltou a diversidade dos participantes de São Paulo e do Rio de Janeiro. “Mesmo com os participantes de São Paulo e Rio e Janeiro, tivemos uma diversidade de estilo musical, história de vida, etc“, salientou Carelli, que teve um complemento de Faro: “Teve rock, lírico, pop, etc“.

Novidades no formato

Rodrigo Carelli contou sobre as novidades que a primeira temporada do Canta Comigo Teen traz em comparação à versão adulto. “Temos uma grande novidade que é a Ticiane Pinheiro, no backstage, que é uma novidade no formato. Temos a novidade que não é plateia, que é algo que poderia ser ruim, mas tiramos de letra com os jurados que viraram plateia. Isso foi muito importante“, destacou o diretor.

Uma coisa que mudou foi que a partir da semifinal, conseguir os 100 jurados de pé virou algo normal, então, se a pessoal tirar 100 na semifinal não vai para a final, só quem tira nas eliminatórias. Ainda temos uma repescagem que será um programa único“, adiantou.

Canta Comigo Teen: final

De acordo com a diretora-geral do Hora do Faro, Rita Fonseca, a atração terá 12 episódios o longo desta primeira temporada: “Serão 12 episódios e todos estão gravados“. “E exibidos ao longo de 1h40min. Parece ser longo, mas passa muito rápido“, complementou Carelli.

Sobre a final, Bia Cioffi disse que a votação será pelo R7. “Além da interatividade pelas redes sociais, durante os programas serão exibidos comentários na tela da TV“, emendou.

De acordo com Carelli, a final da atração foi gravada, mas a revelação do ganhador será exibida de forma seletiva, com um Top 3; o público que vai decidir quem será o ganhador.

Um formato concorrendo ao prêmio Emmy Awards

O Canta Comigo, formato de programa criado pela Endemol Shine Brasil, está concorrendo ao prêmio Emmy Awards. A atração da Record, sob a apresentação de Gugu Liberato, foi indicada com finalista ao prêmio na categoria Entretenimento Sem Roteiro.

A atração teve duas temporadas sob a apresentação de Gugu Liberato (1959-2019), com sua última edição exibida em novembro do ano passado. Sobre a premiação, Juliana Algañaraz, CEO da Endemol Shine Brasil, comentou a importância da atração e do legado de Gugu.

O Canta Comigo é um formato que já estava bem maduro no mundo, tanto que no Brasil tivemos duas temporadas muito boas com o Gugu e só não tivemos este ano por conta da desgraça que aconteceu com ele. Acho que o Emmy chega em um momento maravilhoso e mostra essa madureza do formato e da nossa realização no Brasil, tanto que se você pegar as nomeações ao Emmy, o Brasil está na primeira colocação ao prêmio, ou seja, nosso mercado brasileiro está pronto para entregar produtos e ser premiado internacionalmente“, salientou a CEO.

Juliana ainda seguiu celebrando a indicação do Canta Comigo. “Diante de toda essa máxima, transformar essa produção em algo teen, leve, que possa viajar em meio a um ano de pandemia, pois tomou uma leveza dinâmica diferente do adulto que tem uma concorrência mais pesada, foi o momento perfeito no crescimento do formato com uma experiência positiva e já desejamos uma segunda temporada no próximo ano“.

Que orgulho de que foi o Gugu Liberato que nos deu este caminho para empreender, criar e chegar ao Emmy e continuar como quase uma homenagem a ele. Daí, vamos para o mundo, pois um spin-off vai ser feito em várias televisões e isso vai rodar o mundo“, finalizou.

Rodrigo Carelli endossou a importância de fazer a versão teen da atração. “Foi muito importante fazer esta versão, pois tivemos a liberdade para testar coisas que deram muito certo e que estarão no Canta Comigo Teen em todo o resto do mundo. Essa integração dos jurados com o apresentador e demais conexões foram um experimento que deram muito certo“, concluiu ele.

CONTINUE LENDO →

Reuber Diirr é formado em jornalismo pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Com passagens pela Record News ES e TV Gazeta (Globo/ES), é apaixonado por televisão e acompanha as coletivas de imprensa com matérias exclusivas em vídeos com os artistas para o RD1. Além disso, produz conteúdo multimídia com as principais informações dos famosos para o Instagram, Twitter, Facebook e Youtube do RD1. Acompanhe os eventos com famosos clique aqui!

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com