Drauzio Varella solta o verbo contra atitudes de Bolsonaro nos EUA

Drauzio Varella
Drauzio Varella no Fantástico; médico criticou ações de Bolsonaro (Imagem: Reprodução / Globo)

Drauzio Varella soltou o verbo contra as ações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante a pandemia da Covid-19 e também pela sua passagem em Nova York, onde esteve para discursar na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), nesta semana.

Integrante do Fantástico, o médico declarou que cientistas, médicos, profissionais de saúde e a imprensa souberam conduzir a pandemia com seriedade. “O Brasil, do ponto de vista oficial, se comportou muito mal nessa pandemia”, disse ao Notícias da TV.

“As pessoas dizem que o presidente é negativo. Não, ele é um ativista. Ele faz de tudo para disseminar o vírus“, detonou Drauzio Varella.

O médico criticou ações do presidente como a recusa ao uso de máscara, a defesa da aglomeração e o retardo na compra de vacinas. “E o presidente até hoje se nega a tomar a vacina! Olha a vergonha que nós estamos passando nos Estados Unidos”, declarou.

“Vergonha a ponto de o presidente da República de um país continental como o Brasil, um país da importância geopolítica do Brasil, ser proibido de entrar em uma pizzaria […] Nós estamos servindo de escárnio para o mundo inteiro. O Brasil está sendo tratado como um país de indigentes, e isso é muito triste”, afirmou o especialista.

O médico ainda comparou o atual cenário político e da Saúde com o período da Ditadura Militar. “Naquela época, eram ditadores, havia tortura, morte, tudo. Mas os governantes eram pessoas que tinham alguma relação com o país”, pontuou.

“Eu não sei te explicar direito, mas tinha alguma empatia com o sofrimento dos mais pobres, com as dificuldades que e vida no país apresentava. Agora nós perdemos completamente toda a decência“, comparou.

Por fim, ele novamente soltou críticas ao presidente e seus apoiadores. “Tem uma parte da sociedade brasileira apreciável, ao redor de 20%, que acha que isso está certo, que está ótimo, que estamos muito bem representados”, garantiu.

“É triste imaginar que tem tanta gente equivocada assim no país. Mas a maioria não pensa dessa forma. A maioria das pessoas é decente, tem empatia com os outros, procura ajudar os outros que precisam. Vai mudar”, explicou.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›