É de Casa cresce na audiência com cobertura “questionável” de tragédia

É de Casa
Ana Furtado no comando do É de Casa de sábado (6); matutino da Globo ganha audiência com cobertura de tragédia envolvendo Marília Mendonça (Imagem: Reprodução / Globo)

Entre uma notícia e outra sobre a morte de Marília Mendonça, o É de Casa trouxe pautas sobre o aniversário do SporTV e a peça de Susana Vieira. O tom da cobertura gerou críticas à atração da Globo nas redes sociais. A audiência, no entanto, demonstrou interesse no programa exibido no último sábado (6). Os dados são referentes a Grande São Paulo.

Com Ana Furtado e Tati Machado no comando – e Manoel Soares direto do local do acidente –, o É de Casa registrou 9,2 pontos, 11,2 de pico e 41,8% de participação no número de televisores ligados (share), das 6h50 às 9h. O segundo bloco, entre 9h e 10h30, marcou 10,5 pontos, 11,7 de pico e 33,4% de share. A terceira parte, das 10h30 às 12h02, garantiu 10,3 pontos, 12,4 de pico e 28,5% de share.

Antes, a Globo emplacou 6,3 com as reprises do Como Será. Depois, o SP1 consolidou 15,5 de média, enquanto o Globo Esporte SP bateu 14,8. Os dois noticiários ampliaram os números, assim como o Jornal Hoje, que atingiu 15,6 pontos. Os índices caíram durante a Sessão de Sábado, com 11,2 para o clássico Um Tira da Pesada (1984).

O Plantão com o cortejo e o sepultamento de Marília, entre 16h37 e 18h48, anotou 15,2 pontos, 17,5 de pico e 29,3% de share. Mariana Gross respondeu pela cobertura. Ela voltou ao vídeo, ao lado de Hélter Duarte, no Jornal Nacional. O informativo angariou 22,9 de média. Antes, o SP2 amealhou 19,5. O Altas Horas de Serginho Groisman, todo dedicado à cantora, alcançou 14,3.

A madrugada de domingo (7) contou com os 6,9 de Seleção do Samba, os 4,9 de Obsessiva (2009) em Supercine e os 4,1 de Palavras e Imagens (2015) no Corujão.

MAIS LIDAS

Duh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog Vivo no Viva, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›