Em crise, Netflix perde assinantes, faz mudanças internas e demite 150 funcionários

Netflix
Netflix faz mudanças na empresa e enfrenta crise (Imagem: Reprodução / Netflix)

A Netflix anunciou a demissão de 150 funcionários nos Estados Unidos. A empresa de streaming, que perdeu cerca de 200 mil assinantes, enfrenta uma crise com a desaceleração do mercado.

Segundo a Reuters, a demissão em massa feita pela Netflix representa 2% da força de trabalho da companhia nos EUA e Canadá.

Recentemente, a plataforma anunciou mudanças nas diretrizes de trabalho. Com isso, “convidou” funcionários a deixarem a empresa caso não concordassem com as novas regras impostas. Sobre a decisão em demitir parte de sua equipe, o streaming fez um comunicado oficial:

Veja Também

“Essas mudanças são impulsionadas principalmente pelas necessidades dos negócios. Não pelo desempenho individual, o que a torna especialmente difícil, pois nenhum de nós quer dizer adeus a esses grandes colegas”.

“Estamos trabalhando duro para apoiá-los nessa transição muito difícil”, afirmou a empresa. O primeiro corte na companhia acontece após a primeira perda de assinantes registrada nos últimos dez anos.

A crise fez com que a Netflix reduzisse gastos. Além disso, a empresa estaria planejando o lançamento de um plano de menor custo, além de introduzir a exibição de anúncios na plataforma.

Netflix suspende planos de investir no Brasil por causa da crise

A empresa de streaming planejava lançar uma novela no Brasil, mas por causa da crise, os planos do projeto pode ter sido afetado em primeiro momento.

Mesmo durante a pandemia, a empresa já previa seu investimento no país. Os planos mudaram assim que saíram os primeiros balanços relativos ao primeiro trimestre de 2022 com resultados em baixa.

Com a maior perda de assinantes da história, a Netflix ordenou o corte de custos, já que prejuízos começaram a se acumular. Segundo o Na Telinha, os executivos brasileiros da empresa pediram para que os chefes dos EUA não cancelem seus planos no Brasil. Para as produções pré-aprovadas, o plano é aguardar as eleições passarem.

As séries do streaming no país possuem altos orçamentos. Algumas chegam a romper R$ 25 milhões, como foi o caso de Bom Dia, Verônica, lançada em 2020.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›