Em nova pesquisa, Datena cai e fica atrás de Ciro e empata com Mandetta e Doria

Datena
José Luiz Datena perde terreno em nova pesquisa eleitoral para 2022 (Imagem: Reprodução / Band)

José Luiz Datena está em mais uma pesquisa de intenção de voto para a eleição de 2022. Ao contrário da última pesquisa, que colocou o apresentador em terceiro lugar, o mais recente estudo jogou o jornalista para o sexto lugar.

De acordo com a pesquisa da XP/Ipespe revelada na última terça-feira (17) e divulgada pela CNN Brasil, o contratado da Band aparece com 5% das intenções de voto, empatado com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e com o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM). Vale ressaltar que na última pesquisa Datena estava com 10%.

O âncora do Brasil Urgente está atrás de Ciro Gomes (PDT), que acumula 11% na pesquisa, do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que surge com 28%, e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que lidera com 37%.

Os dados são baseados em 1.000 entrevistas, de abrangência nacional, entre os dias 11 e 14 de agosto. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Político na TV

Pré-candidato à presidência da República pelo PSL, José Luiz Datena está cada vez mais antenado com o mundo político e tem usado o seu programa na Band para críticas pesadas contra os seus rivais políticos.

O atual presidente é um dos seus alvos favoritos. Declarações intensas por parte do apresentador contra o Chefe do Executivo são notórias a cada edição do Brasil Urgente.

O mais recente ataque de Datena a Bolsonaro é de domínio público e tem relação com o desfile de tanques armado pelo Ministério da Defesa:

“Tenho certeza que o senhor presidente da República não conta com apoio das Forças Armadas. Os caras só vão lá porque são obrigados a fazer um desvio desnecessário pelo solo sagrado da capital federal, perspectiva de golpismo. Isso não está embutido nas Forças Armadas brasileiras, eu tenho certeza”.

Em pura campanha antes da hora, o famoso aponta que “não tem nada mais vergonhoso para o país do que a gente ter gente morrendo de fome e fazer desfile de tanque em Brasília”.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›