Em pé de guerra com sindicalistas, RedeTV! nega banheiro e água para grevistas

RedeTV!
RedeTV! entra em clima de guerra em sua sede (Imagem: Divulgação / RedeTV!)

A greve na RedeTV! chegou ao seu terceiro dia com um clima pior do que nos dois últimos. A situação ficou ainda mais grave depois de uma atitude nada amigável da emissora contra os seus funcionários grevistas.

O canal de Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho proibiu a entrada dos colaboradores apoiados pelos sindicalistas nos banheiros e até em beber água, segundo informações do jornalista Ricardo Feltrin, do UOL. A funcionária da portaria foi quem deu detalhes da ordem.

Para a solução do problema, os sindicalistas conseguiram dois banheiros químicos e galões de água. Sobre o local privativo, o canal já pensou em retirá-los. Em meio ao protesto pacífico, a RedeTV! conseguiu a presença de uma viatura de polícia em tempo integral.

Entre os pedidos dos funcionários estão: reajuste salarial de 18,72%, aplicado sobre o salário e demais cláusulas econômicas vigentes em maio de 2017; abono salarial retroativo equivalente a 353,89% de uma remuneração; e manutenção de todas as cláusulas sociais constantes da última Convenção Coletiva assinada 2.016/2018.

Em nota, a emissora negou a restrição dos banheiros e do uso da água: “A ilação é absurda e a emissora adotará as medidas judiciais cabíveis para coibi-la, pois a RedeTV! não impôs nenhuma restrição de acesso a seus colaboradores, que sempre puderam adentrar livremente as instalações da empresa, com seus respectivos crachás magnéticos. Apenas terceiros que não pertencem ao quadro de colaboradores da empresa (estranhos) é que evidentemente têm restrição de acesso”.

Contra o protesto, o vice-presidente da RedeTV!, Marcelo de Carvalho, não poupou críticas até ao ex-presidente Getúlio Vargas. “Lamentável herança de Getúlio Vargas, punhado de sindicalistas dizendo representar nossos milhares de funcionários declara estado de greve”, detonou no Twitter. “Como todos sabem, emissoras demitiram até artistas ícones nacionais na pandemia. Ao contrário, a RedeTV não demitiu ninguém, contratou”, comentou.

“Todos os funcionários estão com seus salários absolutamente em dia, evidenciado pelo fato que isso, nem o sindicato conseguiu criticar”, rebateu.

“Seguiremos produzindo, e provendo segurança para a imensa maioria dos colaboradores que seguem trabalhando, produzindo conteúdo, informação, entretenimento”, encerrou.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›