RedeTV! vive clima pesado nos bastidores durante greve dos funcionários

RedeTV!
RedeTV! é alvo de greve e tem situação revelada em seus bastidores (Imagem: Reprodução / RedeTV!)

Não foi um, dois ou três funcionários da RedeTV! que cruzaram os braços desde a última terça-feira (31), mas centenas deles. A greve prejudicou drasticamente a produção dos programas e outros departamentos da empresa.

De acordo com as informações do jornalista Ricardo Feltrin, do UOL, com boa parte dos câmeras e operadores de áudio fora dos seus postos, o programa Vou Te Contar, de Claudete Troiano, sofreu bastante na hora da gravação.

Para o protocolo de limpeza por causa da pandemia do coronavírus, a RedeTV! contratou às pressas uma empresa terceirizada para o serviço. Até o café ficou indisponível durante o dia de ontem.

Ainda assim, a emissora paulista não manifestou qualquer problema em sua sede. Irritado com a greve, o vice-presidente Marcelo de Carvalho soltou os cachorros contra os grevistas.

“Lamentável herança de Getúlio Vargas, punhado de sindicalistas dizendo representar nossos milhares de funcionários declara estado de greve”, detonou no Twitter. “Como todos sabem, emissoras demitiram até artistas ícones nacionais na pandemia. Ao contrário, a RedeTV não demitiu ninguém, contratou”, afirmou.

Apresentador do Mega Senha, Marcelo destacou que a emissora estreou programas e lançou novos formatos e garantiu:

“Todos os funcionários estão com seus salários absolutamente em dia, evidenciado pelo fato que isso, nem o sindicato conseguiu criticar”.

“Seguiremos produzindo, e provendo segurança para a imensa maioria dos colaboradores que seguem trabalhando, produzindo conteúdo, informação, entretenimento”, encerrou.

A greve foi decidida em assembleia realizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão no Estado de São Paulo. Segundo a associação, os profissionais estão insatisfeitos com os baixos salários oferecidos pela empresa:

“Os Radialistas da RedeTV! amargam salários sem reajustes há mais de quatro anos, inclusive em cláusulas econômicas contidas na Convenção Coletiva da Categoria. Sem interesse da direção da RedeTV! em negociar, só restou os trabalhadores decretarem greve. As perdas salariais dos trabalhadores são de 18,72%, se considerar o retroativo chega a 354%”.

O Sertesp ainda salientou: “A emissora paga o pior salário  do mercado aqui em São Paulo“. Uma proposta salarial chegou a ser oferecida. O canal sugeriu um aumento de 3,8% para todos os contratos, porém não foi acatada pelos profissionais.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›