Empresário processa PC Siqueira, Rafinha Bastos e Cauê Moura por ataque em vídeo

Rafinha Bastos
PC Siqueira, Rafinha Bastos e Cauê Moura em Ilha dos Barbados, no YouTube; trio é processado por empresário (Imagem: Reprodução / YouTube)

Rafinha Bastos, PC Siqueira e Cauê Moura foram alvos de uma queixa-crime feita por Ramiro Sanches, sócio do Clube do Valor Empreendimentos Digitais, no dia 22 de julho de 2019. O empresário pede a condenação do trio de apresentadores sob a alegação de que foi difamado.

Responsável pela comercialização de cursos de investimentos financeiros, Ramiro afirmou que foi chamado de golpista por Rafinha, PC e Cauê e vídeos veiculados no canal Ilha dos Barbados.

Em um dos exemplos citados pelo empresário, uma produção chamada Como Não Cair Em Golpes. Nele, os três afirmam que “quem compra um curso de R$ 1,5 mil dado por um banana são trouxas e otarios”. As informações são da jornalista Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

Os youtubers estão na mira da ação penal e podem ser penalizados de 3 meses a 1 ano de prisão, mas, como são réus primários, eles podem ficar em regime aberto e pagar uma multa.

Sanches acrescentou em sua lista de provas um vídeo feito por Rafinha Bastos, com o argumento que as novas imagens comprovam a ação do humorista em difamá-lo abertamente.

Na instauração do Inquérito Policial n° 001/2.190065592-4, ficou acertada a audiência virtual, no dia 19 de abril, às 17h. Os crimes listados correspondem aos artigos 139 e 140 do Código Penal. A sessão será presidida pela juíza Sonia Nazaré Fernandes Fraga.

Em março, Rafinha Bastos publicou o primeiro vídeo do programa Ilha de Barbados, no YouTube, meses após a interrupção do projeto por causa das acusações de pedofilia contra PC Siqueira.

“Você já desconfia que tivemos alguns problemas no nosso percurso, pedras pelo nosso caminho, mas você já ouviu a gente falar disso”, iniciou o comediante. “Essa mudança foi difícil pra caramba para nós, não foi fácil”, acrescentou.

“A decisão de continuar o canal levou um certo tempo até a gente ficar confortável e tranquilo. Acho que a gente merece fazer isso”, avaliou Bastos, que deu a palavra para Moura. “Achava muito triste que o último episódio do Ilha ficasse marcado com um acontecimento desses”, desabafou.

“A gente precisava continuar escrevendo a parada, não queria ficar com esse estigma pelos próximos 20 anos da minha vida, lembrar que um canal tão ‘da hora’ quanto esse acabou em uma situação triste”, lamentou.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›