Entenda como Ana Hickmann pode provar falsidade ideológica de Alexandre Correa

Ana Hickmann
Ana Hickmann briga com Alexandre Correa na Justiça (Imagem: Reprodução – Record – SBT / Montagem – RD1)

Ana Hickmann iniciou uma batalha na Justiça contra Alexandre Correa em busca do divórcio. Em entrevista ao Domingo Espetacular, da Record, a apresentadora deu a entender que outra ação pode surgir na batalha contra o atual marido.

Na conversa com Carolina Ferraz, a ex-modelo sugeriu alguns crimes cometidos por Alexandre, como falsidade ideológica. Sem meias palavras, a famosa afirmou que viu assinaturas com o seu nome, mas que não foram feitas por ela.

A falsidade ideológica consiste em produzir informações falsas num documento com o intuito de enganar ou obter vantagem. O crime está tipificado no artigo 299 do Código Penal Brasileiro, com pena de um a cinco anos, e multa.

A prova pode ocorrer através de perícia grafotécnica ou documentoscópica, de acordo com as informações da revista Veja. Ana Hickmann expôs que viu alguns documentos e assinaturas misteriosas.

Ana Hickmann recebe apoio após derrota na Justiça

Depois que a Justiça descartou o divórcio entre Ana e Alexandre com base na Lei Maria da Penha, a web se movimentou em peso a favor da funcionária da Record.

Entre as manifestações mais fortes, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, exigiu por parte da Justiça brasileira uma postura mais firme diante de uma situação onde a agressão contra a mulher ficou visível.

Ana Hickmann usou as redes sociais após a decisão e compartilhou uma mensagem de esperança para os seguidores. O desabafo veio horas antes de uma entrevista concedida por Alexandre Correa.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].