“Esmola”: Atrizes reclamam do valor repassado pelo Viva por direitos de imagem

Maria Zilda
Amigas de longa data, Maria Zilda e Elizângela compartilharam indignação pelo valor que recebem por reprises do Canal Viva (Imagem: Reprodução / Globo)

Durante um bate-papo descontraído no Instagram, as atrizes Maria Zilda Bethlem e Elizângela responderam questionamentos de seguidores em relação ao repasse de direitos de imagem de novelas que são reprisadas pelo Canal Viva, e revelaram que o valor é irrisório comparado às reexibições no Vale a Pena Ver de Novo, da Globo.

“O Viva não paga, o Viva dá esmola”, reclamou Elizângela, no ar em O Clone (2001) no papel da fogosa Noêmia. Já Maria Zilda relembrou que recebeu exatos R$ 237,40 por toda exibição de Selva de Pedra (1986) no ano passado. “É de rir”, lamentou.

A veterana contou ainda que os atores costumam receber 10% do salário que ganhavam na época quando uma novela é reprisada, mas que a regra não se aplica ao Viva, já que legalmente as tramas exibidas são compradas pela emissora detentora dos direitos autorais e por isso não são consideradas uma reprise.

“Eles alegam que não são donos da novela”, disse Maria Zilda. “A gente ganha muito menos com venda do que com a reprise”, explicou Elizângela. “Se você se conforma com isso, eu não me conformo”, rebateu Bethlem. “Nem eu”, respondeu a eterna Djenane de Senhora do Destino (2004).

Maria Zilda explicou também que os artistas quase não recebem pelas exportações das tramas para outros países. “No exterior eles armaram um esquema que é maravilhoso. Eles têm uma empresa na América Central, onde vende cada capítulo da novela por 100 dólares. Aí essa empresa vende pra Bulgária por 10 mil dólares e você recebe em cima dos 100 dólares”, exemplificou a atriz, que revelou ter recebido certa vez apenas 0,25 centavos pela exibição de uma novela no exterior.

Assista o bate-papo:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Salve oxossi (@mariazildabethlem) em

CONTINUE LENDO →

Daniel Ribeiro cobre televisão desde 2010. No RD1, ao longo de três passagens, já foi repórter e colunista. Especializado em fotografia, retorna ao site para assinar uma coluna que virou referência enquanto esteve à frente, a Curto-Circuito. Pode ser encontrado no Twitter através do @danielmiede ou no danielribeiro@rd1.com.br.