Esposa de Joaquim Lopes, Marcella Fogaça revela não conseguir mais amamentar as filhas

Marcella Fogaça
Marcella Fogaça, esposa de Joaquim Lopes, fez desabafo no Instagram (Imagem: Reprodução / Instagram)

Ao postar uma série de fotos amamentando as gêmeas Sophia e Pietra, Marcella Fogaça fez um desabafo sincero no Instagram. Na publicação, a esposa de Joaquim Lopes revelou que não está mais conseguindo dar de mamar para as filhas.

“Minhas meninas largaram o peito. E eu demorei pra vir aqui contar, porque ainda estou contando pra mim. Meu ‘baby blues’ não veio até o momento em que elas largaram o meu peito, com quase 6 meses. Ver elas brigando com ele, como se fosse um estranho, esticando o corpinho pra trás, chorando como se dissessem: ‘eu não quero isso. Tira daqui’“, iniciou a cantora.

“Eu sei que tenho que ter orgulho da minha história. Muitas mães de UTI e de gêmeos me disseram: ‘você foi longe! São duas, elas ficaram 27 dias na UTI’. De fato, eu não tive opção de não dar a mamadeira. Foram dias numa sondinha, depois passaram pra mamadeira e só puderam mamar em mim depois de 15 dias e mesmo assim não o dia todo! Todos os primeiros dois meses delas foram sobre ganhar peso. Pra sair da UTI e depois já em casa, pra não voltar pra lá”, explicou Fogaça.

“Com o parto prematuro de 32 semanas, eu não pude fazer livre demanda e minha produção apesar de bastante, não era o suficiente. Quando pude tentar tirar a mamadeira, com sondinha, colher, copinho, já era tarde demais. Elas não aceitavam. E eu tentei MUITO. Lutei contra a mamadeira bravamente. Só eu sei! Mas isso não tira o enorme vazio que eu ainda sinto dentro de mim”, completou a artista, que na sequência deixou um conselho para as mães:

“Enfim. O que eu quero com esse post especificamente é dar um recado: Se você quer realmente amamentar e não existe Indicação REAL de complemento na mamadeira, EVITE-A! Não corra esse risco porque a confusão de bico e de fluxo existe e é exaustivo tentar reverter. Se informe previamente com profissionais PRÓ-ALEITAMENTO, pesquise! Dificuldades vão provavelmente surgir e se você estiver informada e preparada será mais fácil resistir”.

“Eu não tive opção. Se você tiver, não use mamadeira. Amamentar foi uma das melhores experiências de toda minha vida. Hoje eu vivo esse luto dolorido somado à um puerpério tardio que ainda não tinha tido tempo de viver. Vai ficar tudo bem! Eu sei!”, afirmou a esposa de Joaquim Lopes.

“O primeiro passo é reconhecer, acolher o que sinto e partir pra buscar melhorar. Eu quis compartilhar aqui porque se eu puder fazer alguém que passou ou está passando por isso se sentir menos sozinha já me sentirei melhor. E também não me sentirei mais tão sozinha. Beijo, gente linda. Encontrem a sanidade no caos. Ela tem voz de sinceridade”, finalizou.

MAIS LIDAS

Carol Bittencourt
Caroline Bittencourt é jornalista, pós-graduada em Comunicação e Design Digital. Atua como redatora e produtora de conteúdo para redes sociais.
Veja mais ›