Estreias da Band e da Globo mostram que TV aberta segue em movimento

Band - Globo
Faustão em sua estreia na Band, nesta segunda-feira (17); TV aberta segue em movimento (Imagem: Reprodução / Band)

Contrariando a previsão, e o desejo, de muitos, a TV aberta segue em alta conta junto aos brasileiros. A audiência pulverizou, é verdade. Mas continua imensa… E a penetração dos canais abertos de televisão mede-se, desde sempre, pelos números e pelo disse-me-disse. Ontem (17), por exemplo, portais sobre televisão e redes sociais não falaram das próximas apostas para o streaming ou dos mais novos influencers / youtubers. As pautas se resumiram às estreias na Band e na Globo.

Após 33 anos na emissora dos Marinho, Fausto Silva voltou à estação dos Saad. A redução de salário e a provável leitura equivocada a respeito de seu rendimento tiraram Faustão do domingo da Globo. O público lamentou, claro. Afinal, três décadas e várias gerações passaram pela TV ao longo do ‘Domingão’ com ele. Mas não fosse este rompimento, a Band não teria a oportunidade de abrir mão de R.R. Soares e colocar-se na disputa com SBT, Record e, de acordo com os consolidados desta segunda-feira, Globo.

A movimentação por lá envolveu ainda o lançamento de 1001 Perguntas, game-show de Zeca Camargo – outro nome do qual a Globo abriu mão recentemente. As estreias da Band bateram de frente com o Big Brother Brasil 22, o primeiro sob o comando de Tadeu Schmidt.

O jornalista deixou o Fantástico para assumir o posto de Tiago Leifert, figura promissora que optou por, temporariamente, tirar o time do campo. Não fosse a decisão, ao que tudo indica, apenas dele, Leifert talvez estivesse no sábado que coube a Marcos Mion, com a transferência de Luciano Huck para os domingos.

Mion, aliás, renovou o Caldeirão. Huck repaginou o Domingão – e busca o mesmo com a própria imagem. Faustão agitou o horário nobre. Tadeu idem. Tiago, certamente, vai retomar seu espaço quando, e se, quiser. E assim a TV brasileira abre um novo ciclo. Há tempos precisávamos deste agito. 2021 foi um ano problemático quanto a cortes e reformulações. Agora é tempo de ver o jogo com todas estas peças redistribuídas no tabuleiro…

Reverência a Sampa

Cultura
Cultura homenageia paulistanos famosos em vinheta, às vésperas do aniversário da cidade (Imagem: Reprodução / Cultura)

A campanha da Cultura em homenagem aos 468 anos de São Paulo, completados no próximo dia 25, reúne paulistanos ilustres em avatares concebidos pelo diretor de arte Henrique Bacana e sua equipe. A lista inclui, além da cantora Rita Lee, o piloto Ayrton Senna, o cantor Emicida, o maestro João Carlos Martins, o cartunista Laerte, a escritora Lygia Fagundes Telles, o escritor Mário de Andrade, o artista plástico Roberto Burle Marx e o arquiteto Ruy Ohtake.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Duh SeccoDuh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog Vivo no Viva, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.